Total de visualizações de página

segunda-feira, 18 de abril de 2016

R$ 500.000,00 em Menos de 4 anos: Capital Inicial: R$ 70.000,00. Paciência, Inteligência, e Juros Compostos p/ a Independência Financeira ...

.
.

Boa noite Senhores do Milhão. A Luta Continua!

Ultimamente venho pensando muito em formas de simplificar a minha vida, ou seja, ter menos compromissos, menos preocupações, e tornar os meus investimentos mais simples.

A Independência Financeira é algo que esta sempre martelando na minha cabeça.

Parecia ser algo inimaginável a ideia de que, com o trabalho, poupando, e aplicando de forma inteligente, seria possível ter uma aposentadoria precoce, sem ter que trabalhar 30 anos p/ poder descansar depois de estar velho, pelo INSS, que só Deus sabe se até lá estará pagando alguma coisa, devido ao atual déficit de recolhimento e aumento da expectativa de vida.

Agora, quando eu desanimo com o que venho fazendo, e quando lembrar o patrimônio que já conquistei não é suficiente para me animar, eu faço contas, planejo, e penso que eu preciso ter paciência para deixar os Juros Compostos agirem ... E crio tabelas simulando cenários de Aportes, para me lembrar da importância de seguir meu plano: Aportes mensais, sem perder dinheiro, sem girar patrimônio, sem fazer trade, comprando valor, diversificando, sem olhar home broker o dia todo, esquecendo rentabilidade. 

.
.

Investimento tem que ser simples, e o investidor tem que ser paciente. É só isto mesmo. Não se assuste.

Eu fugi das Ações na Renda Variável: Tenho 50% de chances de ter acertado, e 50% de chances de ter errado. Mas, simplifiquei a minha vida ao fazer isto, principalmente atendendo a um pedido meu, emocional e racional.

A pitada de emoção que tenho nos investimentos, em Renda Variável, são os Fundos Imobiliários, que pretendo continuar comprando ao longo dos próximos meses.

Eu não sou um gênio, então eu sigo aquilo que vi que funcionou na prática, para pessoas normais, como você leitor, que esta neste momento lendo este post, e como eu mesmo.

Vejam algo que li no blog do Viver de Renda, sobre um leitor que o questionou sobre a base de seu patrimônio, que esta atualmente chegando na casa dos 3 milhões de reais (excelente “timing” na venda de todos seus ativos e na compra de Tesouro Direto NTN-B com Juros Semestrais, na faixa de 7,5% ao ano + IPCA): “Viver de Renda diz: Meu patrimônio veio +- 10% herança, 25% rentabilidade e 65% trabalho.”

Isto significa o que venho frisando sempre aqui no blog, não somente para quem lê, mas para mim mesmo: “No começo da caminhada rumo à Independência Financeira, o que importa é o tamanho do aporte, e não a rentabilidade”.

O que isto significa na prática: Não adianta tentar buscar rentabilidade alta neste momento (eu), pois ainda estou na fase inicial do acúmulo. É chato demais, é monótono, mas é assim que a matemática ensina, não adianta querer brigar contra o tempo, e contra a matemática.

E eu estou sem paciência ultimamente ... Principalmente quando penso há quanto tempo eu venho trabalhando e poupando ...

São 10 anos de trabalho duro, de muita luta, sempre dando o meu melhor para a empresa, para aumentar meu salário.

Trabalho há 10 anos na mesma empresa multinacional, fui de estagiário à analista júnior, tive promoções, mudei de cargo, recebi bônus, tenho um cargo bom, e vejo que fiz o que eu pude em relação à receber um salário maior e poder aportar melhor.

Ainda sinto um vazio, no que tange aos cargos de liderança: Sabe aquele e-mail, enviado pela empresa onde você trabalha, um informativo organizacional, comunicando algo como “À partir desta data, o s.r. José da Silva Junior assume a responsabilidade por Projetos de Inovação. Desejamos a ele sucesso nesta nova empreitada”.

É duro saber que, por mais que eu tenha me esforçado, faltou algo, faltou aquele “”network, faltou deixar de fazer o operacional e focar mais no gerencial, faltou saber delegar as atividades aos outros e passar mais tempo criando apresentações em PowerPoint para serem vendidas como a solução de todos os problemas da empresa. Faltou vender a minha marca, meu nome, meus projetos.

Eu tenho alguns recursos que gerencio, não da empresa, de fornecedores, além de claro, ser o Gerente de Projetos nos projetos que gerencio, mas, tenho autonomia somente nos projetos que coordeno mesmo, o que já é alguma coisa.

A melhor escolha que eu fiz para não depender disto para mim, com toda certeza, foram as escolhas para ter um negócio paralelo, onde montei meu investimento em Construção.

O respeito que eu não tenho na empresa , por nunca ter tido uma função gerencial, nem mesmo a de um supervisor, eu tenho externamente por ser tratado como empresário do ramo da construção.

Mas, o assunto do blog não é tanto este foco em carreira, e sim nesta mudança para a simplificação da minha vida.

.
.

No que tange aos assuntos de investimento, não tenho complicação p/ os próximos investimentos / reinvestimentos:

Eu tenho 29 FIIs adquiridos (este número não é tão bonito, estou quase comprando um FII a mais para fechar em 30. Até pensei em comprar EDGA11B, mas já estou exposto demais às vacâncias do Rio de Janeiro, apesar de considerar um excelente fundo p/ quando a economia voltar aos eixos do crescimento).

Não quero me complicar analisando mais FIIs a serem comprados, pois já escolhi meus 29, então agora deverei encher de dinheiro cada um de meus FIIs, com um valor estipulado em R$ 5.000,00 cada um, sendo este o valor que eu colocarei de aporte novo, ou seja, dinheiro que sai do meu bolso.

Já tenho acima desta condição os FIIs BRCR11 (inclusive este disparou, depois de meses no negativo com ele, agora entrei no positivo, mas isto pouco importa na minha estratégia), Agências Caixa (AGCX11), Mercantil (MBRF11), VRTA11 e FEXC11B (este aqui é um dos meus melhores FII, se analisada a rentabilidade mensal).  Talvez em Agências Caixa eu chegue num valor próximo a R$ 10.000,00, ou seja, 10 cotas, pois atualmente tenho 7.

No meio do caminho eu tenho XTED11 e RNGO11. Não estou muito animado em comprar XTED11 (Fator Petrobrás e Rio de Janeiro), vou deixar ele bem para o final, mas ainda assim ele mantêm valor, e permanece comprado.

Quero uma compra maior também em SAAG11 e BBPO11, que junto com AGCX11 serão meus FIIs mais “seguros” (não existe investimento seguro acima de 0,05%!).

Após, tenho uma lista enorme de FIIs a encher o pote (alocar R$ 5.000,00), dentre eles quero fechar também as compras em XPGA11, que nesta semana comprei 10 cotas, reaplicando o valor recebido dos aluguéis e mais R$ 225,00 que aportei do meu bolso, e comprar mais CXCE11B.

Ou seja, para eu não ficar falando de minhas vontades em cada FII, eu estou baseando um aporte mensal aproximadamente em R$ 7.000,00, que me permitirá dividir em duas ou no máximo 3 compras, pois pretendo simplificar a minha vida, e detesto ficar esperando ordem de compra ser executada, ou seja, pago spread p/ comprar rápido e fechar o Home Broker.

A minha rentabilidade de Aluguéis, considerando meus investimentos em Fundos Imobiliários desde Agosto de 2015, esta em 1,03% ao mês, o que não é muito, mas, já consigo cobrir o valor da inflação, que é um dos maiores riscos à Independência Financeira.

A rentabilidade que tenho, incluindo o valor alocado em Dividendos da Sociedade + Fundos Imobiliários (considerando apenas o valor que eu apliquei nos Fundos Imobiliários do meu bolso) esta em 2,42%.

.
.

Avaliando minha planilha de controle financeiro, eu também achei estranho o motivo de continuar no negativo nos Fundos Imobiliários, vendo que todos meus colegas blogueiros estavam entre 7% a 10% de rentabilidade positiva neste tipo de investimento.

Foi este o motivo de ter descoberto um erro básico nas fórmulas do Excel de minha planilha: Eu estava contando o valor dos Aluguéis recebidos como “dinheiro do meu bolso”, então  eu sempre ficaria mesmo no negativo.

Após corrigir isto, minha rentabilidade passou para algo entre 6% a 7% positivo, e olha que eu comprei BRCR e MBRF no topo histórico dos últimos 12 meses!

Isto me mostra apenas uma coisa: Aporte + Tempo + Valor = Compra da Independência Financeira.

Eu poderia estar com 10% de perda sobre o que investi, mas isto não mudaria em nada o rumo da minha estratégia, que neste início deve ser baseada no Aumento de Aporte, como citei e ressalto, e a cada compra qu e faço de FIIs, recebo mais Aluguéis, que serão devidamente reinvestidos.

Durante esta breve caminhada para a IF (breve considerando a abertura deste blog), vejo também a importância de parar de ficar comprando e vendendo as coisas, que é algo que prego aqui, onde sou totalmente contrário ao Giro de Patrimônio.

Um exemplo claríssimo: AGCX11, não sei por qual motivo (e não me interessa saber, pois não opero notícias) subiu para R$ 1.019,00 por cota.

Eu não olhei o book de vendas, mas aposto que esta cotação irá cair, pelo menos para os anteriores R$ 987,00. E isto não muda em nada minha estratégia.

O “eu” de antes (quase escrevi meu nome verdadeiro em substituição a este “eu”, esta a noite, eu cansado, mas gost de escrever no blog) tentaria vender AGCX11 e recomprar com a queda. Vale a pena? Pra mim, não vale.

Ps.: Qualquer venda com lucro de FIIs obriga o pagamento de 20% do total do lucro ao Governo.

Outra coisa que me prende a atenção na blogosfera, e gostaria de compartilhar aqui: Vocês já viram a quantidade de blogs que começam e simplesmente desaparecem? Os autores param de postar e não se sabe mais o fim das histórias de cada um.

Às vezes me pego, entrando em cada um destes blogs e tentando entender o que será que aconteceu para que as postagens parassem de ser feitas, e me pergunto: Será que comigo também será assim?

E se meus FIIs caírem 70%? Será que eu pararia de postar? Inventaria uma desculpa e sumiria? Bom, espero que isto não ocorra.

Não sei mesmo se comprarei LCI, LCA, CDB ... Provavelmente farei o simples, que é comprar Tesouro Direto mesmo, mas estou aguardando uma melhora nas taxas, que caíram ainda mais nesta data.

Pode ser que eu divida o aporte de R$ 7.000,00, não sei ao certo, o que sei é que farei uma coisa simples: Não perderei horas analisando qual melhor FII da minha lista para alocar o investimento este mês, vou fazer na fila mesmo e pronto. 

Investimentos tem que ser simples, este é o meu ponto de vista, e a escolha dos meus FIIs eu já fiz antes, agora só preciso “alimentá-los” com dinheiro do aporte, e anualmente eu verifico a situação geral e se continuarei ou não aportando / mantendo os mesmos.

Estou bem animado com este valor de aporte de R$ 7.000,00 por este motivo (veja o cálculo):


Vejam que, atualmente tenho algo em torno de R$ 70.000,00 nos Fundos Imobiliários, com rendimento médio mensal de 1,03%.

Se eu manter esta taxa por 44 meses à partir de Abril de 2016, isto indica que ao final de Dezembro de 2019 eu teria R$ 500.000,00, ou seja, meio milhão (desconsidere incidência da inflação, apenas o número absoluto).

Eu fiz uma tabela que detalhava estes valores, mas postar aqui no blog não mantêm o formato, então postarei como imagem, o final da planilha:

.
.


Veja que, começando com R$ 70.000,00 hoje (Abril de 2016), é possível chegar a meio milhão relativamente rápido, em menos de 4 anos! O duro é manter R$ 7.000,00 de aporte por 44 meses!

Lógico, sabemos que tudo ali pode variar (seu aporte, a rentabilidade, os aluguéis recebidos), mas, analisando hoje com estes critérios, veja que é possível sim usar os Juros Compostos, a Matemática, a nosso favor.

Penarei para manter R$ 7.000,00 de aporte fixos, desconsiderando reinvestimento de aluguéis como Aporte, mas posso conseguir ...

Precisarei ter ainda mais força de vontade e foco nos Projetos Digitais, que neste mês geraram uma renda acima de R$ 1.000,00 (detalharei no post de fechamento mensal), para possibilitar um aporte neste nível.

Os Dividendos da Sociedade tem dado uma excelente contribuição, apesar dos riscos de compra de alto volume de produtos, mas, preciso mesmo deles para continuar sonhando com a Independência Financeira.

E vejam também neste cálculo com Juros Compostos: Ao final de menos de 4 anos, eu teria uma Renda Passiva de R$ 5.000,00! É 50% do que eu preciso para a minha IF!

Ainda tem um ponto favorável aos FIIs que são as correções dos aluguéis, que seguem IGPM / IPCA, ou seja, poderão sim acompanhar a inflação e ser uma preocupação a menos nesta fase de acúmulo (simplificação de vida!).

Este país não pode ficar os próximos 10, 15 anos em crise, não é possível que não haja uma melhora até lá! Tenho fé.

Tenho meu Veículo Supérfluo, ainda a venda ... Talvez surja um aporte maior nos próximos dias, pois o principal da diversificação eu mantive: Minhas casas prontas.

Com a venda delas, tenho o valor para comprar um lote e construir mais duas, e ainda sobrará um lucro, que será reinvestido: Este, eu realmente não posso colocar na Renda Variável, se manter na Poupança vale a pena, pois é um valor que não posso perder e preciso ter disponibilidade imediata. Tesouro Selic pode ser uma opção.

A minha falta de paciência: Não é fácil manter um veiculo usado, por mais que eu goste, é claro que eu gostaria de estar desfilando num veículo maior, uma SUV ...

Gostaria de trocar meu apartamento, comprar uma casa, ou mesmo uma cobertura luxuosa ...

Gostaria de agendar férias, de 30 dias, e fazer uma super viagem ao exterior com minha esposa ...

Gostaria de comprar várias roupas de marca, tênis novo, bermudas, aparelhos eletrodomésticos ...

Gostaria de acordar num dia de semana, e estando como sono, resolver dormir mais, até 10:00, sem dor na consciência e sem preocupação com celular, e-mails, e outras coisas ...

Mas, eu acredito que terei tempo suficiente para usufruir de tudo isto, de forma simples, no futuro, após chegar ao meu objetivo de Independência Financeira.

Posso estar enganado, mas prefiro viver o simples agora e usufruir sem medo da minha vida depois, e o principal: Ter TEMPO.

Eu estou abdicando de fazer muitas coisas que eu poderia agora para ter meu TEMPO, em poucos anos.

Pensando friamente, não há cobertura (apartamento) que pague o prazer que sentirei em ter todo o TEMPO do mundo para mim, sem depender de um emprego, 5 dias por semana, 8 horas por dia ...

Não quero continuar sendo um escravo dependente do salário para viver ...

Um grande abraço e excelente semana!

.
.

VDC – VIVER DE CONSTRUÇÃO

55 comentários:

  1. VDC, desculpe dizer, mas seus posts são um pouco longos e da metade para o final eu leio na diagonal.

    Acho que seu plano está correto, sobretudo a parte que desistiu das ações por questões emocionais. Eu penso muito nisso e por mais que eu tente automatizar/sistematizar o processo, eu ainda perco muito tempo olhando para as oscilações diárias.

    Sinceramente eu acho que você tem que focar em aumentar os aportes. Ok, 7000 é bom, mas poderia ser mais e com isso seu plano ficaria muito mais "fácil". É perfeitamente possível aumentar, mas precisa de um plano e foco.

    Achei interessante a parte que falou da carreira. Acho que o problema é justamente o fato de estar na mesma empresa a tanto tempo e ter sido estagiário lá. Neste cenário é praticamente impossível você crescer e ser reconhecido a ponto de chegar a um cargo de liderança. E se chegar, é provável que o faça com um salário inferior aos pares que tenham vindo de outras empresas. Infelizmente santo de casa não faz milagres.

    Pense seriamente em mudar de emprego, faça um plano, invista em estudos e parta para a luta. Comigo foi assim, há pouco mais de 10 anos e não me arrependo de nada.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IE.

      Pois é, não consigo escrever textos menores, mas acredito que já ficou como uma marca deste blog estes textos maiores, que acredito trazerem alguma reflexão interna de quem lê, comparando a minha situação com a situação própria.

      Eu concordo sobre o aumento dos aportes, e estou trabalhando neste quesito, mas é bem complicado. Cada R$ 1.000,00 que eu aumente, aumenta consideravelmente a probabilidade de chegar à IF, bem como reduz o tempo necessário.

      Você sintetizou exatamente a ideia que eu tenho: Parece que por ser da empresa há tanto tempo, estou sempre correndo atrás dos pares que chegam de outras empresas.

      Há menos de 1 ano, foi contratado um outro profissional, que desempenha uma atividade similar, mas chegou 2 níveis acima de mim, sem ser líder, supervisor ou gerente, e é uma discrepância salarial considerável, para pessoas que fazem a mesma atividade.

      Eu sempre fiquei esperando para esta mudança de emprego. Quase fiz isto em 2010, mas as coisas desandaram, e novas promessas me fizeram ficar, uma pena que nenhuma, foi cumprida pela área anterior, o que me fez mudar de área dentro da própria empresa.

      Eu estava disposto mesmo a buscar algo melhor, afinal, são anos de experiência, tenho inglês, participo em projetos globais, lidero equipes globalmente, não é possível que não haja outra empresa em meu estado que possa me pagar cerca de 20% a mais do que eu ganho atualmente, o que melhoraria minha vida em termos financeiros, e reduziria esta árdua luta para Independência Financeira.

      O único problema é: Arriscar agora em crise? É isto que fico pensando, pois, meu salário não é tão ruim assim, mas, poderia ser melhor.

      Gosto muito dos seus comentários EI, foi uma excelente adição seu blog aqui, um post seu falando sobre carreiras seria interessantíssimo! Vou vascular seu blog e ler alguns posts anteriores, eu ainda não lhe conhecia na blogosfera.

      Abraço

      Excluir
    2. VDC,

      Sua escalada patrimonial foi fantástica, parabéns. Mas concordo com o EI, trocar de empresa talvez seja uma ótima ideia para você. Deveria considerá-la.

      EI,

      Seria interessante se você contasse um pouco mais do seu exemplo.

      Abraços.

      Excluir
    3. Olá PM!

      Sim, para aumento de salário, acho que seria a forma mais rápida mesmo. Até dentro da minha empresa mesmo, a melhor forma de você aumentar o salário é mudando de área, assumindo uma função de nível acima do seu, o que fará com que a empresa, com pouco tempo, lhe enquadre (cargo + salário) a esta nova função assumida.

      Gostaria muito de conhecer a história do EI também, seria excelente!

      Abraço

      Excluir
    4. VDC e PM,

      Já adianto que minha história é um ponto fora da curva. Até os 27 anos eu tinha uma carreira mais ou menos normal, com as coisas nos trilhos e renda dentro da média. Aos 27 anos eu entrei numa empresa com um perfil diferente do que estava acostumado, mas era tipo a empresa dos meus sonhos. À partir daí minha carreira deu uma guinada e com muito esforço e suor, associado a oportunidades e, porque não dizer, um pouco de sorte, tive uma subida meteórica que culminou em uma posição muito top com 9 anos de empresa.

      A empresa passou por mudanças significativas nos últimos 2 anos o que me deixou em uma posição desfavorável, quase encostado, mas estou me preparando para retomar de onde parei. Este período foi bom que consegui dedicar mais tempo a minha família, concluir o MBA e me preparar psicologicamente para um novo ciclo, além de ganhar umas "cicatrizes" profissionais.

      Quero fazer um post com mais detalhes, mas tenho preocupações com relação à privacidade.

      Apesar de saber que nenhuma carreira é igual, penso que muitas vezes a melhor coisa que pode acontecer com um bom profissional é ser demitido. Isso aconteceu comigo lá atrás e realmente foi o ponto de inflexão.

      Abraços amigos!

      Excluir
    5. EI,

      Com certeza, será um excelente post! Só o resumo já me deixou super atento! A história completa deve ser muito bacana!

      Abraço

      Excluir
    6. VDC,
      Só pra adicionar uma informação pois vi que você é gerente de projetos.

      Aos 27 anos, na empresa anterior, eu era um gerente de projetos nivel pleno. De lá pra cá, em 11 anos, minha renda multiplicou por 10.

      Não desista dos seus sonhos.

      Abraços

      Excluir
    7. Motivadoras palavras.

      Eu sou nivel senior ainda, batendo nos 30 anos ...

      Abraco

      Excluir
    8. hahahahahahahaa

      "mas seus posts são um pouco longos e da metade para o final eu leio na diagonal."

      Excluir
    9. Eu normalmente sou do contra... giro carteira ... uso timing .. tudo que a maioria dos nossos amigos não recomenda fazer. .pois como alguém que aposta em timing .. acho que não é a hora de trocar de emprego.. prefiro fazer as coisas quando os ventos são mais favoráveis ..

      Excluir
    10. Olá Rodolfo,

      Concordo que não é o melhor momento para uma troca de emprego, vou aguardar o que vai ocorrer, mas vejo que chegou mesmo a hora de começar a planejar este passo.

      Não que minha empresa seja ruim, ou que eu esteja tão descontente, mas realmente se eu aumentasse em 30%, 40% meu salário, meu tempo de IF seria reduzido drasticamente.

      Ainda to pensando como que o IE consegue ler um texto em diagonal rs.

      Abraço

      Excluir
    11. Kkk

      Tá brincando que nao conhece leitura na diagonal? Google it

      Abraços

      Excluir
    12. Kkk

      Tá brincando que nao conhece leitura na diagonal? Google it

      Abraços

      Excluir
  2. Só um complemento, pois li o final do post agora, esta história de ter TEMPO é bem complicada. Não usufruir agora para ter tempo depois é factível, mas não exagere. Equilíbrio é a chave. Usufruir um pouco agora não faz mal, muito pelo contrário, vai fazer bem e possivelmente potencializar os ganhos e a renda. Alguém que fica só focado em trabalhar e ganhar dinheiro não vê a vida passar. A vida tá aí para ser vivida todos os dias e não deixando somente para o futuro.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI,

      Mais uma parte que eu concordo. Talvez o texto passou uma mensagem muito “radical”, mas não é bem assim.

      Eu tento sim aproveitar a vida agora, vivendo o simples.

      E tem um risco muito grande ... Imagina ficar anos acumulando, sem viver, e você simplesmente perder a vida ...

      Não que precisamos gastar tudo que ganhamos, e nem ser muito “pão duro”, equilíbrio é a palavra mesmo.

      Abraço

      Excluir
  3. Tamo junto nos FIIs. Mas vamos torcer para estes papéis não continuarem esta escalada de alta, não tô gostando nada disto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá grande Uo!

      Eu nunca me imaginaria dizendo isto, mas eu concordo com você: Esta na hora dos FIIs darem uma estabilizada, caindo a cotação.

      Antes eu comprava muito mais cotas com menor valor, agora estão todos os papéis bons com yeld reduzido.

      Continuarei comprando “a qualquer preço”, logicamente, selecionando os que estão mais descontados de minha lista de FIIs, considerando o Yeld, mas de fato subiu muito mesmo.

      Esta subida tem que ocorrer no final da minha caminhada rumo à IF, quando eu vendesse tudo para aplicar no TD ... Mas, na verdade agora não sei se este será o caminho, talvez os próprios FIIs possam prover a IF, logicamente sabendo dos riscos e da necessidade de sempre reinvestir parte dos ganhos mensais.

      Abraço

      Excluir
  4. É isto aí! Estou em linha com você. Manter meus investimentos o mais simples possível. Estabelecer um valor mensal para aportes e os aluguéis recebidos reinvestir para que o bolo cresça cada vez mais.

    Eu sou cliente da Rico, e neste momento tenho que aportar em apenas 1 fii por mês, pois o valor da corretagem é muito elevado.

    Quando eu chegar no patamar de 3k ou 4k de aportes apenas para fiis, aí está tranquilo.

    Parabéns pelo pensamento e a simplicidade da sua riqueza!

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá II / TI (cada hora te chamo de um nome diferente rs),

      Eu penso que investir deve ser algo simples, como depositar o valor em poupança mesmo.

      Ficar maluco procurando as melhores taxas, compra aqui, revende ali para comprar outra taxa, no final das contas, só nos deixam estressados, consomem nosso tempo e não propiciam o que mais precisamos: Paz. Tranquilidade.

      Cheguei a olhar a Rico, achei a o preço de corretagem caro mesmo.

      Migrarei mês que vem para a Guide Investimentos, vou dar uma oportunidade primeiro, apesar de ter detestado o Home Broker, quero mudar para depois tomar uma decisão de alterar a corretora.

      Pretendo fazer 2 compras mensais de FIIs, ou 1 de FII e 1 de TD, por exemplo.

      Eu só não farei 1 compra única, pois, se eu conseguir manter o aporte em 7K mesmo (acho muito complicado), dividir em duas compras mensais facilita ter um preço médio melhor.

      Abraço

      Excluir
  5. E um pouquinho de bolha imobiliária também, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo.

      Não entendi tão bem o seu comentário, mas, apesar de ser um defensor ferrenho do “não existe bolha imobiliária”, na verdade eu concordo que, no momento atual, há uma oferta maior de imóveis a venda, do que procura, o que acarreta em uma queda dos preços dos imóveis, por dois motivos:

      a) Grandes empresas: Precisam vender, para manter as contas fixas, funcionários, e continuar empurrando as dívidas.
      b) Pequenos investidores: Quem alavancou (pegou empréstimo) para construir, esta desesperado: Sem a venda, os juros compostos da dívida mostram a sua força, e o saldo devedor aumenta dia a dia.

      Se eu fosse parte do cenário B, eu venderia meu imóvel rapidamente, num preço muito inferior ao mercado, para me livrar das dívidas.

      O meu ponto contrário à “bolha imobiliária” se baseia no custo que eu tenho de construção, eu gostaria muito de ter 100% de margem de lucro, mas passo longe disto.

      Se você explicar melhor seu ponto, certamente poderemos abrir uma discussão interessante.

      Abraço

      Excluir
    2. No Brasil, com esse nível de alavancagem e todo mundo acreditando que imóvel nunca dá prejuízo no longo prazo? Nunca haverá bolhas como houve nos EUA. AS variáveis são completamente diferentes.. o americano hipoteca os imóveis pra continuar consumindo ... a alavancagem dos bancos é imensamente maior que aqui... o que pode haver é oportunidades pontuais de quem precisa mesmo vender... mas na média os preços vão reduzir pouco.. a inflação é que fará o maior trabalho de ajustar os preços ...

      Excluir
    3. Olá Rodolfo, tudo bom?

      Ao longo do tempo, imóveis tendem a subir os preços, seguindo IPCA e IGPM.

      Não tem jeito ... É assim que funciona.

      As oportunidades de hoje são, como disse acima, imóveis encalhados e pessoas desesperadas.

      Veja o meu caso: Construí sem alavancar. Não abaixei o meu preço, por causa da crise.

      Se todos estivessem na mesma situação que eu, não haveria redução dos preços dos imóveis.

      Concordo que a situação nos EUA é completamente diferente, é um mercado muito distinto, sem comparações com o nosso.

      Abraço

      Excluir
  6. Parabéns pelo blog. Se importa em dizer quais são os 29 FIIs que vc tem na carteira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tarik,

      Há dois ou três posts anteriores, o post de fechamento mensal de Março, eu inseri a lista dos FIIs, incluindo a distribuição do capital em cada um.

      Veja este post que esclarecerá as suas dúvidas.

      Abraço

      Excluir
  7. Não sou muito chegado em calcular rentabilidade...nem sei a minha, até registro minhas compras, PM e tal, mas não calculo rentabilidade, acho muito chato hehehe

    Me baseio pela renda mesmo...independente da bolsa subir ou descer, meu patrimônio subir ou descer, sempre que compro TD c/ cupom, FII e ações, minha renda passiva aumenta mês a mês.

    ResponderExcluir
  8. Olá Assalariado,

    Eu compartilho de seu pensamento, não sou adepto ao cálculo da rentabilidade real, mas gostei de controlar o patrimônio como um todo, principalmente por estar divulgando meus resultados mensais, agora é necessário, mas, algo que não faço é: Controlar FII a FII para saber o quanto estou em relação à rentabilidade.

    Anotar o Preço Médio é importante apenas por um motivo: Prestação de contas com o Imposto de Renda.

    Também compartilho do pensamento do aumento de renda, você esta certíssimo! Eu iria até colocar um exemplo comparando com a poupança, mas iria aumentar ainda mais o texto deste post, e retirei.

    Mas, basicamente, a ideia é: Imagine que todo mês eu estou subindo minha renda em R$ 70,00. Independente se meu montante de FIIs caiu 20% ou subiu 10%, o que importa é saber o quanto estou aumentando na renda passiva, visto que a curto prazo o que vale mais é o aporte ...

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. VDC, tambem invisto em FIIs e especificamente sobre BRCR vai pagar 4,50 de rendimento por cota. Aumenta a posicao no papel pra pegar essa bocada.

    Fumaça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Fumaca.

      BRCR e o papel que eu mais tenho dinheiro aplicado.

      Nao sei ao certo como sera apos a distribuicao deste rendimento e amortizacao das cotas, o que sei e que continuarei comprado nele, pois os fundamentos nao mudaram.

      Provavelmente reinvestirei a amortizacao comprando cotas dele novamente.

      Abraco

      Excluir
  10. Grande VDC, eu tb tenho essa meta de 5k em cada FII e depois ir aumentando aos poucos, a diferença é que pretendo ter tb LCI, LCA e CDB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VDC, eu tb tenho essa meta de 5k em cada FII e depois ir aumentando aos poucos, a diferença é que pretendo ter tb LCI, LCA e CDB.

      Olá BPM!

      É uma meta factível, a cada mês eu encho um FII e parte em outro!

      Não quero muita coisa diferente disto para os próximos 12 meses, é continuar fazendo o básico mesmo!

      O que me deixou muito feliz com os FIIs foi descobrir, nesta semana, que eu estava no lucro! É a primeira vez que tenho lucro em Renda Variável, isto me mostra que o caminho é longo e árduo, mas recompensador, e basicamente este caminho é: Comprar valor, aportar mensalmente, reinvestir os aluguéis.

      O interessante que descobri foi que foram justamente os aluguéis recebidos que me deixaram no lucro, se eu tivesse comprado somente os FIIs sem receber alugueis, ou seja, baseado apenas na cota, eu estaria com pequeno prejuízo ou bem próximo ao empate!

      São os alugueis e o reinvestimento que nos fazem enriquecer, os juros compostos!

      E se algum FII meu ficar ruim, eu vendo, sem dó, e aplico o dinheiro em outro.

      O importante não é ganhar do mercado e ficar no positivo em todo ativo comprado, e sim que no final das contas eu esteja a cada mês subindo o patrimônio, mesmo tomando alguns prejuízos em alguns FIIs durante a longa jornada.

      Talvez eu aporte em LCI, LCA, CDB, por enquanto quero fazer o simples, o feijão com arroz, o papai e mamãe mesmo, com FII e TD (TD que ainda nunca comprei, mas pretendo).

      Abraço

      Excluir
  11. Este post me fez ligar o computador para fazer projeções de patrimônio. 7k por mês de aporte é muito forte.
    Em meu próximo post vou mostrar minha este até fui de investimento atual, antes de deixar o país. Também foco no simples.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CF!

      Isto é algo que eu faço, quando bate aquele desânimo diante dos investimentos que fazemos.

      Seus próximos posts serão bons, estou curioso em saber o desenrolar da história, e na torcida para que dê tudo certo para você no exterior.

      Meus próximos aportes serão os mais simples, já defini os próximos FIIs que encherei o pote até 5K, olharei o preço deles no dia do aporte, o que estiver mais próximo da cotação ao yeld médio eu vou comprar.

      Uma pena que meu próximo aporte será baixo, hoje inclusive farei o último gasto com a obra, que é a averbação da construção e registro da convenção de condomínio! Graças a Deus, acabou!

      À partir do final de Maio para Junho, farei o máximo para manter este aporte de 7K, e na torcida pra vender meu carro supérfluo, se entrar 38K estará ótimo, mas provavelmente destinarei este valor ou a maior parte dele para a Renda Fixa, tesouro Selic (estou simulando pra ver se vale a pena mesmo) ou NTN-B. Acho que uma taxa acima de 6% + inflação ainda vale a pena sim, é uma renda que terei até 2050! Pensando no agora, é difícil, pois ganharei pouco a cada 6 meses, mas, a longo prazo, pode ser o início da minha aposentadoria.

      O difícil CF é que estou esgotado, pensar que vou aposentar daqui a 10, 15 anos, me parece tempo demais ... Minha meta é 5 anos, pra eu definir minha vida financeira e chutar o balde, ficar pelo menos 1 ano atoa e depois pensarei no que fazer, isto se não continuar com as obras, espero que eu continue.

      Abraço

      Excluir
    2. VdC, estou na mesma situacao. Cansado de investir e com muita vontade de viver. O dificil e´saber quando e´o momento certo pois, como claramente destacou, 10 anos soa como uma eternidade pra quem aporta todo mes.. abs.

      Excluir
    3. Olá IC,

      Não é fácil mesmo amigo!

      Ver meus colegas comprando carros do ano, roupas de marca, todo feriado viajando, indo para festas e restaurantes caros, comprando Iphones e celulares da moda, relógios.

      Parece que eu sou o mais pobre de todos, com meu carro bom, mas usado, sem tantos mimos quanto estes novos.

      No meu apartamento, numa boa localização, mas simples, sem cobertura, sem varanda.

      Mas, quando bate este desânimo, eu faço esta tabela que postei, mostrando a força dos juros compostos ao longo do tempo. Neste caso, usei uma taxa de 1,03%, que é minha média atual nos FIIs.

      Claro, não podemos ser radicais ao ponto de parar de fazer tudo. Por exemplo, no próximo mês, meus aportes serão minguados, bem abaixo dos 7K, pois preciso manter, pelo menos, 5K em poupança (empréstimos garantidos semanais que possam surgir e dão boa renda), além de precisar de comprar algumas roupas novas de sair, um tênis novo, uma cadeira para meu escritório no apartamento. Faz parte alguns gastos.

      Eu já trabalho há 10 anos, começando do zero, espero que com mais 5 anos eu consiga chegar bem perto da IF financeira, não que eu queira ser um atoa para o resto da vida, mas se eu tiver uma renda mensal de 10K passiva, poderei criar outros negócios, como por exemplo, abrir uma casa lotérica, contratar pessoas, e ir lá apenas ver o que esta ocorrendo, pois sei que se tudo der errado e eu tiver prejuízo, minha renda passiva de 10K cobrirá os custos fixos.

      Abraço

      Excluir
  12. Sabe quanto deixo na poupança/contas corrente? Quase Zero. Deixo todo dinheiro com liquidez imediata em CDB. Melhor que Tesouro Selic, que a liquidez é D+1 e tem taxas de intermediários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá R1,

      Sou curioso, e gostaria muito de entender melhor sua estratégia, se quiser compartilhá-la aqui ou em seu blog.

      Eu pretendo investir, assim que vender meu carro supérfluo, todo meu dinheiro em NTN-B 2050 ou Tesouro Selic 2021, e manter o dinheiro novo (salário + rendas) indo para os FIIs.

      O que me preocupa em aplicar em CDB, LCI, LCA (que conheço pouco, pra ser sincero), são os impostos que teremos que pagar, em caso de resgate antecipado, por isto entender sua estratégia me ajudaria a pensar melhor sobre o assunto.

      Por enquanto, só tenho em mente que colocarei dinheiro na Selic, não manterei mais que 5K em Poupança (terei que perder 1 mês de aporte p/ encher a conta poupança), e sei que Tesouro Selic precisarei manter pelo menos 30 dias, p/ não pagar IOF.

      Abraço

      Excluir
    2. Não sou ele, mas vou dar um exemplo prático do Banco Sofisa Direto. Eles tem um CDB 100%CDI com liquidez diária praticamente imediata. Você coloca seu dinheiro lá e ele rende todo dia. Mesmo se vc só deixar ele lá por 15 dias ainda vai receber uma merrequinha de juros (tem o IOF que consome quase todos seus lucros no primeiro mês, mas uma merreca é melhor que nada). E é praticamente imediato, tanto a aplicação quanto o resgate. Vc faz o TED da sua conta do banco pra Sofisa e assim que o TED cai já pode investir. Se quiser resgatar, tb é assim (o dinheiro cai muito rápido na sua conta do banco).

      Além disso, o CDB não tem nenhuma taxa do banco Sofisa. Vc só paga imposto (IOF e IR). Tesouro SELIC vc paga taxa da corretora (se ela cobrar), taxa de custódia da BM&F (0,3%) e ainda tá sujeito aos mesmo impostos (IOR e IR).

      Uma comparação prática:
      - SELIC: 14,25% aa
      - DI: 14,13% aa (no dia de hj)
      - Prazo: 2 meses
      - Taxa da corretora: 0%

      CDB Sofisa rende 1,73% (líquido) nesses dois meses.
      Tesouro Selic rende 1,70% (líquido) no mesmo prazo.

      A diferença é pouca mas vc tem a vantagem de ter o dinheiro imediatamente qdo precisar.

      Excluir
    3. Excelente comparativo do anônimo, esse tipo de comparativo é que deve ser feito sempre para mostrar as opções aos investidores como nos. Eu mesmo tenho um pouco de selic porque não pretendo mexer, é somente para casos de emergência.

      Excluir
    4. o Anônimo acima respondeu muito bem! parabéns. É exatamente minha estratégia para a reserva de segurança, inclusive o uso do Banco Sofisa! Tem o Daycoval tb, bem recomendado.
      São operações da mesma categoria, paga mesmo IR, portanto prefiro o maior rendimento e liquidez do CDB, do que tesouro Selic. Já para o IPCA, prefiro o do Tesouro, por ter recompra diária.

      Excluir
    5. Excelentes dicas pessoal ... Eu tô quase acabando com FIIs (meu aporte definido) e buscarei novas formas ... Parece ser mais simples com a descrição dada por vocês! Abraço

      Excluir
  13. Você parece ter uma boa experiência na área de engenharia civil, queria sua opinião sobre se formar em faculdades sem renome, melhor largar ou continuar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo.

      Na verdade, conheço pouco, mas acompanhar e gerenciar algumas obras me dão uma noção de preços melhor, e principalmente a ordem das atividades.

      Minha formação é TI, e sou Gerente de Projetos.

      A maioria vai te dizer isto: “Formar em faculdade ‘uniesquina’ não te dará chances de concorrer a boas vagas, seu currículo não é nem lido, e outras coisas do tipo”.

      Eu te falo a minha experiência própria: Se eu tivesse uma empresa, eu avaliaria com maior carinho este tipo de currículo, pois é de gente sofrida, que quer se formar, que esta correndo atrás.

      Na empresa onde trabalho, conheci vários estagiários, das melhores faculdades, todos “filhinho de papai” e que não queriam nada com nada, estavam ali apenas para o estágio obrigatório e não queriam crescer. Claro, há exceções, mas a maioria das faculdades boas eu vi isto.

      Da faculdade, digo também pois onde me formei não era das faculdades “top” da minha cidade / estado, mesmo assim consegui uma colocação no mercado, em duas multinacionais (uma fiz estágio, a outra fiz estágio e fui contratado”.

      Se você for seguir como empreendedor / construtor, ter seu diploma te ajudará muito a assinar e projetar suas próprias obras, reduzirá custos, você mesmo sendo responsável.

      Não desista da faculdade, se começou, finalize o curso, e após você faz uma pós-graduação numa faculdade de renome, foi o que eu fiz.

      Abraço

      Excluir
    2. Isso mesmo que queria, investir no mercado imobiliário como engenheiro/mestre de obras,construindo em obras próprias, obrigado pelas dicas.

      Excluir
  14. Bom dia VC!

    Início deste ano decidi tirar meus 200k da poupança e aplicar em TD como forme de iniciar a vida nos investimentos. Gostaria de direcionar meus novos aportes para FII's, porém são tantas que não sei como avaliar qual seria a melhor opção. Por favor, nos dê dicas ou dedique um post sobre o assunto "avaliação para compra de FII's".

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, bom dia.

      Como adepto da vida simples nos investimentos, tenho que dizer que você fez a melhor escolha, pois infelizmente a inflação esta acima dos rendimentos da poupança, o que acarreta perda de poder de compra ano a ano, mês a mês.

      Qual TD você comprou? Selic? NTN-B?

      Sendo bem sincero, eu não conheço a fundo o mercado de FIIs, não como alguns colegas de blogs, especialistas.

      Eu indicaria a você buscar um post no blog do Soul (Pensamentos Financeiros) e do Mestre dos Dividendos, que estão em meu blogroll.

      Temos boas dicas nestes sites.

      Uma coisa que sempre faço, antes de comprar um FII, é entender bem o histórico dele, basicamente meus passos simples são:

      1) Vejo no google o histórico dos últimos 5 anos de cotação, para saber se estou comprando no topo, no meio ou no fundo, destes 5 anos.

      2) Vejo o histórico de rendimentos pagos, para ver se mantêm um padrão.

      3) No site do Bastter, para cada FII há uma tabela que mostra os resultados do FII: A primeira coisa que me chama a atenção é o lucro (verifico se não dá prejuízo), e após verifico se os lucros são crescentes.

      Uma coisa que eu olho muito é o FCO, que mostra se a renda do fundo esta aumentando, ano a ano, pois se os aluguéis são corrigidos pelo IGPM, em teoria a receita deve aumentar ano a ano.

      4) No site Tetzner, vejo a página do FII e entendo bem o que é o fundo, os prédios, aplicações, etc.

      5) Leio alguns comentários de quem já investe no Bastter e Tetzner, pois se ler algo muito ruim, terei uma base de pesquisa.

      6) Após, invisto comprando o FII, coloco na minha planilha de controle de investimentos, e esqueço dele ... Esqueço a cotação, penso somente nos aluguéis que irei receber.

      A dica 6 é muito importante, pois eu comprei BRCR acima de R$ 100,00 e ele chegou a ir em R$ 78,00 ... Eu mantive a estratégia, hoje ele já passou meu preço de compra. Na época, quase vendi no Pânico (eu fazia isto), seguindo a estratégia quedas e subidas não mudam nada, o importante é formar patrimônio comprando cotas, e não ficar comprando e vendendo as coisas.

      Nota: As dicas acima não estão na ordem correta que eu faço, mas são as coisas que faço.

      Abraço

      Excluir
  15. Ai VdC!
    Gostei bastante do post, to na torcida pelo sua meta!
    Não vai ser fácil, mas você já deu o primeiro passo ao estruturar e planejar bem!
    Vai com tudo!


    um comentário a parte: Mandamos bem ao comprar e segurar papeis da BRCR11, o valor que vai ser distribuído mês que vem será épico.

    Bons ganhos e um grande Abraçoo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola BI.

      Quando planejamos, fica mais facil buscar a meta. 7K e bem ousado, pois desconsidero reinvestimentos, ou seja, e 7K saindo do meu bolso, espero conseguir.

      Brcr deu uma alegria.fiquei muito positivo nele, mas independente da cota, continuarei socio, e provavelmente reinvestirei todo o valor recebido no proprio brcr.

      Abs

      Excluir
  16. Boa tarde VDC!

    Parabéns pelo seu blog e boa sorte na sua caminhada rumo a IF!

    Estou começando a investir em FII e tenho a seguinte dúvida:

    Um FII que tem a data de pagamento 15/05/2016 e a data de corte 30/04/2016, se eu adquirir cotas em 29/04/2016 eu vou receber o valor do pagamento integral? Ou apenas dos 15 dias que estou posicionado?

    Abração

    Renato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Renato.

      Voce recebe o valor integral, comprando ate dia 30/04.

      Abraco

      Excluir
  17. Bacana Viver de Construção, diga em frente vom sua organização, motivação e objetivos, tudo vai se concretizando.
    Mas tem um fii wue ru gosto muito e é bem administrado pela Rio Bravo, CXRI11, dê uma olhada assim que puder.

    Abraço, sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bagual,

      Olha, analisei este fundo, e realmente gostei! Números consistentes, tendência de alta, uma pena que no site do Bastter não tinha a tabela p/ eu ver os números de FCO deste fundo.

      Pode ser uma opção p/ eu completar meus 30 FII's rsrs.

      Abraço e obrigado pela dica.

      Excluir
  18. "Por que será que fecham seus blogs ?"

    Acredito que o motivo seja falta de constância e que geralmente está associado a uma dificuldade de foco. Levando para o seu caso, não acredito que você vai parar pois demonstra muita disciplina, mas penso que pode melhorar seu foco ( são muitas batalhas que está enfrentando ao mesmo tempo).
    Hoje em dia somos muito afetados por essa dificuldade de foco, mas você já vem demonstrando que está melhorando muito isso ( simplificando investimento, planejando posição no trabalho para aumentar renda).

    Espero que seu blog continue por um bom tempo, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo anônimo!

      Fico lisonjeado com as palavras, são aqueles comentários que dão um ânimo em manter este boteco aqui rs.

      Sobre as batalhas, está certíssimo: Eu sou um só, não dou conta, é muita coisa pra mim sozinho.

      Estou mesmo buscando esta paz, esta simplicidade, receber, aportar, e continuar buscando aumento de renda, com tranquilidade, sem afobação.

      Abraço

      Excluir

Obrigado pela presença! Aprovarei rapidamente seu comentário e responderei brevemente! Grande abraço, VDC - Viver de Construção

Pesquisar no Blog ...

Postagens Populares