Total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Sete Dicas do Viver de Construção para você Enriquecer de Vez!

.
.

Boa tarde Senhores do Milhão. A Luta Continua!

Há várias formas de investimento.

Não existe receita do bolo, um investimento que funciona para mim, pode não funcionar para você. São vários fatores (renda esperada, família, gastos, cidade, padrão de vida, etc.).

O que eu tento passar com o blog é justamente o que eu fiz de diferente, depois de ser mais um ‘perdedor na bolsa’, e que fez com que meus investimentos prosperassem.

Primeiro Item: Retirar o vício com bolsa de valores.

É emocionante demais, eu sei, é legal colocar seu dinheiro ali, ver a cotação subindo, se achar o mais inteligente do mundo, mas é igualmente ruim ver seu dinheiro indo embora, com a queda das cotações.

Eu pensava em bolsa de valores 24 horas quando comecei a operar. E isto foi um erro terrível. Não pode ser assim.

Bolsa não enriquece. Coloque isto na sua mente. Bolsa serve para bonificar capital, se você investir em boas empresas, e pensando no longo prazo.

Segundo Item: Foque no seu Trabalho! É ele que te dará mais chances de aportar mais, e é com aporte maior que a força dos juros compostos, aplicando em valor, começará a surtir efeito e aumentar seu patrimônio pouco a pouco.

Não importa se você não gosta do seu chefe, do seu trabalho em si, não seja um chorão ‘mi mi mi’, se não esta bom, crie um plano de Curto Prazo para mudar. Simples assim.

Qual função você quer desempenhar? Quais cursos e formação é necessária? Precisa de contatos? Crie seu plano e execute-o. Gaste mais tempo planejando, para que a execução seja perfeita, ou com maiores chances de sucesso.

Terceiro Item: Esta num Trabalho e ambiente que gosta? Seja o melhor! Esforce para mostrar resultados, não prejudique ninguém, mas evite que lhe prejudiquem. Seja cordial, humilde (não confunda ser humilde com ser bobo), e foque em resultados. Se você tem duas tarefas para fazer ao mesmo tempo, foque naquela que é mais importante. Planeje. Não procrastine. O que você deve buscar com isto: Aumento salarial, que é igual a aumento de Aporte.

Se você é novo, você deve ser humilde o suficiente para querer aprender. Não venha com esta de querer ser o Gerente com 23, 24 anos. Você precisa de mais maturidade, aprender mais, deixe de pensar tudo pelo lado negativo e tente aprender com os mais velhos.

Pare de pensar que todo mundo que esta acima de você é puxa-saco.

Quarto Item: Viva simples e POUPE. Não adianta começar a ganhar um salário maior, se toda vez que você aumenta sua renda, você passa a naturalmente gastar mais. Eu vivo com um padrão de vida de quem ganha R$ 3.000,00 mensais. E não me sinto pior, ou não me sinto prejudicado por fazer isto.

Não vivo para aportar, aporto para viver. O que isto significa: Eu não deixo de comprar algo que preciso, não passo necessidade, para aportar.

Quinto Item: Você já esta num Trabalho, já esta aportando, busque novas formas de aporte. Busque novas receitas.

A coisa mais certa que eu fiz na minha vida, foi ficar com uma ‘inveja boa’ de um colega, que abriu um empreendimento digital e simplesmente largou o emprego. Ele empreendeu, sem medo, e foi trabalhar no que era dele.

Após, eu criei meu próprio empreendimento digital, que gerou muito trabalho para pouco retorno financeiro, mas após eu verifiquei que tem coisas na vida que não são pagas com dinheiro, mas sim com experiência. Eu explico: A experiência que eu tive, depois de tanto esforço, foi muito intensa e excelente na minha vida.

Eu conheci gente nova, métodos novos, novas formas de gerar dinheiro. E eu tinha muita vontade e gana, e eu me reinventava a cada vez que meus concorrentes me copiavam.

Com meu primeiro empreendimento digital, eu poderia viver dele, se tivesse seguido e sido mais corajoso. Não sei se teria um sucesso muito grande, mas era rentável, mas como todo início, dá um trabalho gigantesco e os resultados são pífios.

Por que não segui? Por dois motivos: O primeiro, quando começou a engrenar, algumas empresas me chamaram para conversas, mas o Trabalho me impediu! Como eu faria uma série de reuniões em horário comercial, se eu trabalhava? O segundo: A minha gestão do empreendimento digital gerava tanto trabalho, mas tanto trabalho, que eu comecei a desenvolver ferramentas que agilizavam meu tempo. E percebi que estas ferramentas poderiam ser usadas não só neste empreendimento digital, mas em outros ...

.
.

Amigos, aí sim, o negócio engrenou de vez. Eu vendi meu empreendimento digital, tendo um retorno de uns 400% sobre o valor que investi, e meu “segundo produto” começou a gerar mais dinheiro, ao ponto que eu havia pensado em desistir de trabalhar e viver disto (ainda bem que não o fiz).

Amigos, empreender digitalmente não é fácil, e uma simples mudança de um gigante como Google, Facebook, Instagram e outros, pode comprometer todo o seu negócio.

Sexto Item: Pare de olhar cotação e durma tranquilo.

Eu nunca me imaginei aplicando a quantia que tenho em Renda Variável. Muitos se esquecem, mas Fundos Imobiliários são Renda Variável.

Por que aplico tanto? Eu me sinto CONFORTÁVEL. Eu durmo a noite. Em mais de 1 ano investindo em FIIs não houve um dia sequer onde eu perdi meu sono, ou fiquei de mal humor, e eu já tive uns 30% de prejuízo quando iniciei neste investimento.

Como me mantive mesmo assim? Simples: EU ESQUECI O PREÇO.

Muitos vão dizer que preço importa, que tem que calcular X, Y, Z, mas, leiam o que eu digo: ESQUEÇA O PREÇO E VIVA FELIZ.

No mercado você não tem que vencer todas as batalhas. Você tem que ganhar a guerra, sendo a guerra esta luta entre você e o seu psicológico, e se você vencê-la, terá como prêmio a Liberdade Financeira.

Eu não tenho receio algum de comprar qualquer um dos meus FIIs (eu tenho 28 em carteira), pois EU CONFIO EM TODOS ELES.

Não me venha com este pensamento de esperar cair para comprar, que tem que esperar cair tantos % para ter segurança.

A segurança quem faz é você.

Você precisa fazer renda mensal, esqueça se seu patrimônio aplicado esta em 200K, 100K, 150K ... Foque na Renda Passiva, e não se iluda, você não terá rendimentos de 1% ao mês ao iniciar, mas, a medida que você for reinvestindo os aluguéis, e for aplicando dinheiro novo, você verá que a mágica irá ocorrer.

Amigos, vou mostrar com um exemplo o que é ser tranquilo: Eu não gosto de ficar divulgando o que eu tenho de FIIs, divulgo compras, mas não meu portfólio completo.

Eu tenho Agências Caixa.

.
.

Já estou de saco cheio de ler “A tendência de reduzir as agências”. O que eu penso sobre: É IMÓVEL. Em boas localizações. No pior dos casos, poderia ser locada para outras coisas.

E o preço??? Agências Caixa chegaram a quase R$ 1.400,00 na fase altista e maluca dos FIIs. Hoje, consultando agora, R$ 1.220,00.

NOSSA PERDI DINHEIRO! TINHA QUE TER VENDIDO!

Cacete, não perdi nada! O FII continua pagando a mesma coisa.

Sabe por quanto eu comprei este FII? R$ 980,00! Acredite se quiser! Olha o tal do meu YIELD: 0,94%, considerando o valor recebido (sei lá, calculei R$ 8,80) neste valor que comprei.

Sabia que no próximo ano, esta renda irá aumentar (como tudo aumenta anualmente) e meu YIELD vai passar de 1% num dos FIIs mais conservadores do IFIX. É assim que você vai bonificando melhor seu capital, tá vendo?

SHPH PAGA MENOS QUE A POUPANÇA! Ai ai ai, vai ficar com este pensamento agora? Pense que, ao longo dos anos, este yield tende a aumentar.

Ah eu deveria ter vendido em R$ 1400,00 pra recomprar ... Ah nem, eu não tenho tempo pra isto, lembrem: Eu foco no Trabalho.

HGRE vai ter vacância, RNGO ... Amigos, imóveis. Ou você compra algo e tem confiança nele, ou vai ficar vendendo e recomprando todo dia ... A cada notícia ...

Da mesma forma que nas Ações a cotação segue o Lucro, nos FIIs a cotação segue os rendimentos ...

Sétimo Item: Saúde e Segurança.

Não adianta nada você ter um plano de longo prazo, de juntar X reais, se você morrer no meio do caminho.

.
.

Claro, não dá para saber quando você vai morrer, mas, me ajuda aí meu amigo, cuide da sua Saúde e da sua Segurança.

Como VDC?

Primeiro Segurança: Evite chegar de madrugada em casa. Evite dar bobeira em áreas perigosas. Evite fazer esportes perigosos (eu não pularia de Bungee Jump, é radical demais pra mim).

Evite comprar carros caros. Só chamam ladrão e problemas. Evite ostentar. Evite andar de madrugada a pé. Coloque grades, cerca elétrica, proteção em sua casa / apartamento. Cachorro ajuda muito.

Evite ao máximo brigas. Hoje em dia, você pisca o farol pra alguém, discute numa reunião de condomínio, e é morto por um tiro ou facada. Ninguém tá nem aí.

Eu seguindo estas dicas simples, até o momento, só tive um problema único que pôs em risco a minha segurança, mas foi justamente quando? Quando eu tive um carro caro e lançamento ... Fiquei visado. Nunca mais quero isto.

Dirija com cuidado na BR. Pare de correr demais. Ande na velocidade certa.

Segundo Saúde: Malhe. Corra. Tente ter uma alimentação regrada. Eu adoro Mcdonalds, mas só vou uma ou duas vezes ao mês. Porção? Uma vez na semana. Refrigerante? Eu gosto de uma coca gelada, mas só final de semana.

.
.

Malhar foi a melhor coisa que eu coloquei, pois meu corpo melhorou, a disposição, preenchi meu tempo,  vejo mulheres bonitas na academia, etc.

Bom, deveria ser um post curto, mas ficou longo. Virou quase um Axiomas de Zurique (risos).

Até o próximo post!

Abraço


.
.

VDC – VIVER DE CONSTRUÇÃO

41 comentários:

  1. Fala construção, aproveitando o gancho ai do carro caro, gostaria de sua opinião sobre um colega de faculdade meu, onde o sonho dele é ter um carro de 1kk, disse que ficaria 30 anos sem gastar nada pra comprar, ele quer chegar aos 50 e poucos e levar mulheres de 20 e 20 e pouquinhos anos, pra jantarem de carrão, na praia, coisas assim.

    Ele tem raiva de todo mundo, porque seu sonho pelo visto pode demorar.

    Capaz de fazer besteira esse cara se conseguir realizar o sonho da Lamborghini. Atropelar alguém por raiva por exemplo.

    É cada um!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Anônimo,

      Seu colega esta todo errado, e com este pensamento é certo que ele não atingirá estas cifras.

      Quando você fica muito tempo para juntar um patrimônio, você dificilmente gasta tudo para atender a um sonho, deste tipo.

      Vamos supor que seu colega tivesse 1M e comprasse o veículo agora.

      Inicialmente, ele precisaria ter o valor de IPVA (vamos usar 4%) que seriam R$ 40.000,00.

      O seguro do carro, digamos, vamos calcular pra baixa que seja 6%: R$ 60.000,00.

      Só para manter o carro, seu colega terá que ter uma renda acima de R$ 100.000,00 anuais ... É muito dinheiro.

      Gasolina, estacionamento ... A franquia se tiver qualquer problema.

      São muitas variáveis.

      Sobre finanças, eu não discuto com ninguém não. Se um colega meu disser uma bobagem destas, eu digo apenas “Ahhhh é mesmo? É realmente um carrão”.

      Não entro em detalhes, pois, de duas uma: Ou você vai ficar puto, ou seu colega vai, então melhor não discutir muito não.

      Abraço

      Excluir
    2. VDC, você falou sobre conversar sobre finanças.
      Difícil achar pessoas com quem podemos falar sobre temas como esse.
      Falar sobre dinheiro, planos para o futuro, investimentos etc é válido na maioria das vezes quando temos uma certa confiança na pessoa que conversamos.
      Fora que a maioria dos brasileiros não se importa com esse tipo de conversa.
      Sobre comprar carros caros: Infelizmente o cidadão estuda/trabalha/aporta/investe e não se sente seguro para comprar um carro ou morar em uma casa que seja considerada um pouco acima da média de seus pares.
      É real, mas é lamentável.

      Excluir
    3. Eu errei uma vez na vida ao discutir finanças com colegas de trabalho. Fui a chacota do almoço, o pão duro, fizeram várias piadas.

      Depois desta, nunca mais.

      Falam sobre finanças, eu não falo nada, só digo Hummmm que interessante. Sério? Nossa, que legal.

      Pode ver, a maioria dos seus colegas / amigos só pensa em trocar de carro, trocar de apartamento, viajar, ir pra sítio ... Status é a palavra.

      Eu sempre digo que tenho carro de pedreiro, ninguém me incomoda, sou visto como pobre rsrs

      Abraço

      Excluir
  2. Esse negócio de discussão é verdade mesmo. No transito é fácil acontecer coisas malucas, tem casos de pessoas que por raiva de levarem uma buzina pq outra pessoa de trás quer passar, na hora que a mesma tenta passar a outra fecha.

    Loucura mesmo.

    Fora as questões de batida, esses dias presenciei duas mulheres discutindo por causa disso. Outros tem raiva de pessoas com carros mais caros, ai tentam postar racha pra mostrarem que também possuem poder mesmo com carro inferior mecanicamente falando.

    Tem pessoas que vc vê o ódio nos olhos, se percebe que se ela pudesse te dava uma facada rs.

    Abraço VDC!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Lyrical,

      Pois é, hoje em dia tá difícil demais, ninguém esta com paciência e qualquer briga gera risco de morte.

      Este do racha aí você disse tudo ... quando eu comprei o melhor carro que já tive, voltando da casa da namorada, era comum alguns carros colarem, piscarem, e chamarem na seta pro racha.

      E pior: Você deixa na rua, passam arranhando, pra te fazer raiva, de inveja.

      Nunca mais comprarei carro caro ...

      Abraço

      Excluir
  3. Ótimas dicas! Post de utilidade pública!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Uó,

      Os seus posts que são de utilidade pública rs.

      Grande abraço amigo

      Excluir
  4. Fala grande VDC, esse é um daqueles post que vai direto para os favoritos. Quem o leu adquiriu mais "capital intelectual" do que quem leu o "desinfomoney" o ano todo.

    Quanto a segurança acrescentaria: compre uma arma de fogo imediatamente, eu mesmo tenho duas. Sei de todas as restrições que temos em nosso país, mas pensei nisso como um investimento, você não vai "gastar" mais de 5K e garanto vale a pena.

    Sugestão: Troque a expressão "malhar", para TREINAR. Malhar é uma conotação pejorativa, salvo engano, usada pelo Jô Soares nas antigas, quando ele se exercitava usando um maiô rosa em um programa humorístico.

    Desculpe, o texto ficou longo. Todo dia estou lendo por aqui, obrigado. Você tem meu respeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Anônimo,

      Que bom que gostou.

      Desde os últimos acontecimentos na blogosfera eu estava me sentindo meio "preso" para escrever, não sei explicar, não estava fluindo como sempre fluiu.

      Mas, agora, desencanei, e durante uma pausa no trabalho, veio isto na mente e postei. Acho que ficou legal, pois é bem verdadeiro o que eu escrevo, e é isto que eu acho que deixa os posts legais.

      Interessante, não conhecia isto sobre Malhar. Mas, se não me engano, quem escrever Treinar também é zoado, depois pesquiso e posto aqui.

      Cara, eu tenho vontade sim de ter uma arma, e seria para minha proteção.

      Eu vou ser sincero, eu tenho medo de algumas coisas. Se um ladrão entra na minha casa, eu não posso fazer nada se ele não der brecha, e hoje em dia, você tenta reagir, e acaba morto.

      Gostaria sim de ter uma em casa, mas, uma coisa me preocupa, que é acontecer alguma briga com vizinhos, e eu perder a cabeça por ter arma.

      Arma, se você apontar, tem que apertar o gatilho.

      Uma destas automáticas, PT 380, seria uma boa.

      Uma arma que acho muito bonita mesmo é a que o Rick usava no The Walking Dead, aquela arma e a forma com que ele atirava era muito doido.

      Texto longo, somos dois amigos, pode escrever o que vier na mente.

      Abraço

      Excluir
    2. Ao meu ver é uma obrigação de todo homem ter os meios para responder duramente uma injusta agressão. Uma arma de fogo dentro do seu guarda-roupas serve para isso.

      Um Homem de caráter e de bem, não mudaria o comportamento pelo fato de está armado ou desarmado, isso é uma falácia propalada pelos desarmamentistas.

      A única coisa que mudou em mim, fiquei bem mais tranquilo armado.

      Vale a máxima: ARMA é melhor ter e não precisar usar, do que precisar e não ter.

      Tenho certeza que você NÃO seria capaz de fuzilar alguém devido a uma discussão banal. Uma pistola .380 é ótima para defesa pessoal, assim como também o é um oitão.

      Sempre incentivo todos ao meu redor a se armar. Inclusive meu cunhado e meu irmão foram convencidos e já estão dando andamento.

      Aperto de mão,
      Vou passar a comentar mais.

      Excluir
    3. ei anon , depois de comprar uma arma vc paga anualmente uma taxa por ela? eu pensei em conseguir legalmente uma o mais barato possível, talvez um revolver 5 tiros quanto vc acha que ficaria?

      Excluir
    4. Eu preferiria uma destas automáticas mesmo, de cartucho rs.

      Anônimo, acho que o difícil é conseguir a licença pra ter a arma em casa.

      Abraço

      Excluir
  5. Respostas
    1. Fala CF,

      De vez em quando tem que sair alguma coisa que presta deste blog kkk.

      Valeu amigo, abraço

      Excluir
  6. E ai vdc, boas dicas, no meu caso nao gosto muito do meu trabalho e os colegas de trabalho nao sao facil de aguentar mas abaixo a cabeça penso na IF daqui 8 ou 10 anos e trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Anônimo,

      Eu já sofri algum tempo no trabalho, sendo excluído da turma dos mais jovens por estar se destacando e ganhando promoções.

      Sabe o que eu fiz? Trabalhei mais ainda, e colei nos mais velhos, pra aprender.

      Hoje em dia, estou muito melhor que os colegas que sempre me perturbaram e zombaram de mim.

      Se esta ruim, tente ao máximo melhorar as coisas pra você, não aceite que pessoas transformem a sua vida no trabalho em algo ruim, fale com seu chefe sobre, peça dicas, e no pior dos casos, planeje mudar de emprego, ainda estando empregado (foi o que eu fiz).

      IF em 10 anos é pouco tempo, se for assim vale muito a pena.

      Eu não tinha um plano, mas começando do zero consegui o que tenho em 10, 11 anos, e digo: Valeu a pena.

      Estou começando a aproveitar um pouco mais agora.

      Abraço

      Excluir
  7. ótimo post, só discordo da parte de evitar esportes perigosos. Se houver segurança, não existe mal nenhum. O que seria da vida se não corressemos certos riscos? Risco faz parte da vida, desde que seja calculado.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala EI,

      Eu sou bunda mole pra esportes radicais ... Bungee Jump? Nunca. Pular de para-quedas? De jeito nenhum.

      Voar em avião pra mim é um risco rs.

      O melhor é evitar riscos mesmo, meu perfil é muito moderado.

      Abraço

      Excluir
  8. VDC,

    ITEM1 e 6 - eu faço meus trades, compro vendo.. ganho meus trocos ... mais do que se fizesse compra mensal .. mas enfim .. já fui viciado em bolsa.. ficava o dia todo olhando ... pensando .. traçando .. e obvio que não terminava bem ..

    sobre o 2 e 3.. eu sou um cara que gosta do que faz.. mas nao amo de paixao meu Deus!! como essa geração mais nova acha que tem q ser o trabalho .. me pagam um salário justo pelo q entrego.. gosto da empresa q trabalho.. mas.. nao vejo a hora de fazer outra coisa..serve para pagar minhas contas e juntar meu dinheiro ...

    4 concordo completamente... essa coisa de ostentação ainda mais num país como o nosso só pode acabar em m*

    5 e 7 concordo completamente.

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rodolfo,

      Cara, eu era usuário do ADFN, não postava, mas ficava ali acompanhando.

      Depois passei a usar drogas mais pesadas e comecei a ler coisas do forum da Infomoney.

      Fase difícil...

      Pensei em comprar Plascar, Mangels ... Por pouco me salvei desta.

      Sobre o Trabalho é sempre meu dilema: Eu sei que não ganho tanto, mas não ganho pouco ... E gosto do que faço. Será que eu deveria tentar mudar pra aumentar o salário, se sou feliz atualmente no meu emprego? É sempre a minha dúvida.

      No mais, é continuar no mesmo ritmo mesmo.

      Abraço

      Excluir
  9. VDC,

    Qual corretora vc me indicaria,em termos de menor custo,comecar meus aportes em FII? É claro,depois de estudar.

    Devo começar o primeiro aporte em 3mil e os demais,R$200,00.

    Abcs

    diego

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Diego,

      Apesar de não ganhar comissão (deveria), eu indico a Socopa, custo 0 de corretagem em FIIs e me atende muito bem.

      Comece devagar, aportando pouco e diversificando.

      Quando eu não sabia escolher bons FIIs, eu dividia em vários, pois assim diluía os riscos.

      E eu errei muito no começo.

      Abraço

      Excluir
  10. Olá VDC,
    Parabéns cara, excelentes dicas. Bom post.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite VdC,

    belíssimo texto, franco e espontâneo, assim sai os seus melhores posts hehe
    Adicionando na parte da saúde, acho importante fazer check ups também, por mais que tudo pareça estar bem, não custa nada ir 1 vez ao ano no seu médico e verificar se está tudo OK, qualquer coisa descoberta no início pode ajudar e muito.

    E sobre olhar preço, tenho a mesma filosofia, me preocupo com os rendimentos, se eu ficar olhando preço, perco tempo e tempo é algo que não posso recuperar, dinheiro eu posso.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. O Item 7 deveria ser o primeiro. Conheço bastante gente que se acabou porque não cuidou da saúde ou tomou um prejuízo monumental porque não cuidou da segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo,

      Não foi em ordem de prioridade não, todos são igualmente importantes mesmo. Concordo contigo.

      Saúde é muito importante sim.

      Abraço

      Excluir
  13. VDC.. como sempre, estou interessado em seus projetos digitais rs... Seria legal falar sobre eles.. tenho bastante interesse nessa "fonte de renda". Ando estudando bastante sobre robôs, crackrenevue, SEO, afiliados, etc..

    Se quiser bater um papo, mesmo que no privado, venha trocar uma ideia comigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Moacir,

      Só não entre na onda de robô trader, e pirâmides financeiras.

      Abraço

      Excluir
  14. Eu gosto de acompanhar o desenrolar das minhas aplicações de tempos em tempos. Antes fazia isso quase diariamente, agora deixo pra fazer toda semana ou quando tenho recebimento de proventos, mas é uma coisa que eu sei que tenho mas que nem dou muita moral. Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala IJR,

      Depois que eu perdi a minha planilha de controle financeiro, relaxei com tudo, nem olho mais, só de vez em quando rs.

      Abraço

      Excluir
  15. Fala VDC, apesar de já acompanhar seu blog a algum tempo como grande fonte de informação, este é meu primeiro comentário em um de seus posts....
    Texto excepcional ! Principalmente a parte do status no Brasil. Não tem coisa que brasileiro sabe fazer melhor do que demonstrar ser o que ele não é. Moro no sul do país e aqui tem muito disso.
    Sobre a parte dos aportes e não se preocupar com o valor das cotas eu entendo e acho que é realmente o mais certo a se fazer pra quem procura rendimentos e longo prazo. Mas apesar disso, imagino que você, tenha uma lista de critérios, talvez pequena para não criticar muito as opções de fiis, mas que ajude você a tomar uma decisão de escolha sem que seja na base da roleta russa. Você se importaria de falar sobre isso, se de fato você segue alguns critérios para saber se o fii passa ou não para um possível aporte ou então se recomendaria alguma leitura que ajudaria eu e vários outros marinheiros de primeira viagem no mundo dos fundos imobiliário a tomarmos nossa primeira decisão de escolher algum reduzindo ao menos que um pouco as chances de uma compra mal feita nesse primeiro momento?

    Forte abraço e espero que você nunca desista/desanime do blog. Tens sido de uma ajuda prática priceless.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Igor,

      Grato por ser um dos amigos leitores!

      Então, a questão do critério, na verdade eu fui montando meu portfólio acertando e errando, não tive um professor, uma receita, então segui um pouco o que vi na carteira de alguns colegas, e fui formando a minha própria estratégia.

      A minha classe de FIIs é formada dividindo valores que eu fico tranquilo.

      Eu dividi minha carteira de 28 FIIs entre Classe A, que são uns 8 tops FIIs, com valor maior distribuido, Classe B com um valor menor, e Classe C que ficaram um pouco para trás em questão de dinheiro.

      Estas 3 classes foram formadas basicamente pela confiança que eu tinha nestes FIIs, e, por estar agora há 1 ano e meio acompanhando o mercado de FIIs, me senti confortável para aumentar posição nestes Classe C, que estão ficando próximos dos Classe B.

      Após fazer isto acima, eu basicamente devo começar a olhar o % da carteira. Exemplo: FEXC é Classe B e teve queda significada (estava uns 110, foi pra uns 100). Como o % da carteira dele caiu (o valor aplicado), eu aplico nele.

      Outros, eu aporto mais no 'feeling' mesmo de quem acompanha, pois, eu posso aportar em qualquer um dos 28, pois todos eles atendem meus critérios de ser sócio, tem um deles apenas que estou analisando mais de perto, que é o FIGS, é o único que pra ser sincero me deixou um pouco preocupado por uma possível mudança de fundamentos, mas eu nao olharia preço, apenas fecharia posição aos poucos como entrei mesmo, e migraria pra outro.

      Um exemplo dos últimos aportes: Eu misturei a metodologia de aumentar Classe C pra virarem Classe B em alguns FIIs que entre Dezembro / Fevereiro terão aumento de receitas conforme IGPM, então um deles me lembro que foi AEFI. Eu já comprei antecipado, com o aumento o yield dele que já estava batendo 0,84% a preços atuais, tende a ir acima de 1% (se eu pegar meu preço de entrada de primeiro aporte bem acima de 1,4% ...).

      Não sei se ficou claro, mas basicamente é assim que eu sigo, um pouco a estratégia que defini antes de distribuir o dinheiro em classes de FII e agora vi que posso passar todos Classe C pra Classe B, % na carteira que é conforme a cotação atual (assim eu compro o que caiu, evitando comprar topo, mesmo não sendo fã de olhar preço como sempre falo) e alguns por feeling de mercado mesmo.

      Abraço

      Excluir
    2. Entendi VDC! Basicamente utiliza a técnica de rebalanceamento evitando as compras em topos , priorizando os fundos e lateralizando as médias e focando nos rendimentos. Show! Obrigado pelo tempo doado me respondendo tudo bem detalhado.

      Grande abraço!

      Excluir
  16. Fala Vdc, seus posts são um grande estímulo para àqueles que buscam informação imparcial! Conheci seu blog a pouco tempo,mas venho lendo diariamente. Gostaria de uma opinião sua: continuar num trabalho que paga +/- e Vc não gosta ou ir para outro que paga - mas que tem mais haver com Vc?!
    Obrigado pelo estímulo que nos dá ao fazer suas postagens! Que não perca a vontade de nos ajudar com seus posts!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Amigo,

      Fico feliz, eu estou vendo que muita gente esta começando a ler. Estou tentando postar sempre a noite alguma coisa interessante, e esta sendo bem legal manter o blog, parece que mudou o foco, fugiu daquela linha só finanças, sei lá como explicar.

      A sua resposta depende de você. Esquecendo o dinheiro, se você não esta feliz, se acarreta mal a sua saúde, crie um plano de curto prazo para mudar.

      É melhor você arrumar novo emprego estando empregado, facilita muito.

      Eu gosto do que faço, se não gostasse, realmente tentaria mudar.

      Um conhecido ganhava muito bem, mas não tinha tempo, passava raiva. Juntou dinheiro, mas ficou careca, desenvolveu uns problemas. Vale a pena? Não.

      O dinheiro é importante, mas a nossa saúde vale mais.

      Pense nisto.

      Abraço

      Excluir

Obrigado pela presença! Aprovarei rapidamente seu comentário e responderei brevemente! Grande abraço, VDC - Viver de Construção

Pesquisar no Blog ...

Postagens Populares