Total de visualizações de página

terça-feira, 27 de junho de 2017

O Que Eu Faria Se Não Tivesse Medo? Chega! Recolocação Profissional Já!

.
.

Olá pessoal,

Eu desisto.

Perdi, fui vencido, cansei, vi que não adianta mais. A luta se encerra aqui!

À partir desta data encerro qualquer sonho ou esperança de desempenhar qualquer cargo acima do meu na empresa onde trabalho.

Continuarei desempenhando minhas atividades, mas, farei o que dá para fazer! Cansei de horas extras, cansei de ser o multitarefa, cansei de gerar resultados acima de tudo e não ver benefício nenhum a curto prazo!

Uma frase, não lembro se foi do amigo e blogueiro Executivo Pobre ou do amigo Economicamente Incorreto, mas esta frase a cada dia faz mais sentido para mim:

“Santo de casa não faz milagre”.

Isto significa que não se trata mais do valor (benefícios) que consigo gerar para a empresa, mas algo que esta intrínseco em minha carreira interna, como se eu fosse alguém que não precisa ser promovido.

Talvez eu tenha passado a imagem de quem gosta muito do que faz e não precisa de melhoras financeiras.

Errei, sei disto, e talvez errei indicando aos amigos do blog que é o melhor é trabalhar, trabalhar, trabalhar, ser o melhor, mas na verdade não é bem isto, pelo menos não onde trabalho.

Aqui vale a mais a política, o bom relacionamento, o saber vender a ideia mediana no lugar e hora certa.

Fazer acordos.

E nisto eu sou totalmente culpado: Não soube vender meus talentos.

Eu não consegui negociar minha promoção.

Eu me mantive estático quando deveria ter feito como outros colegas, buscar reconhecimento, chorar mesmo, dizer que vai sair, que esta infeliz.

Não.

Eu me mantive como um cachorro que aguarda pelo osso, sempre se mantendo fiel independente dos acontecimentos.

Quanta coisa errada eu vi aqui!

Quantas pessoas eu vi e fiquei me perguntando: Como esta pessoa conseguiu chegar aí, como alcançou este cargo?

Por vezes ficava pensando: Ah, mas agora a máscara vai cair e vai acabar sendo demitido (a).

Ledo engano.

Salvas raríssimas exceções, uma vez que você subiu, alcançou um cargo de gerente, sei lá, parece que as coisas se acertam, mesmo se a pessoa não for boa o suficiente, afinal, ela tem o time dela para dar resultados, e muitos “Viver de Construção”, que é aquela pessoa que independente das sujeiras e das coisas erradas que acontecem a sua volta, continua ali como um cachorro: Simplesmente aguardando a hora onde receberá o seu “osso”, permanecendo e sendo um “bom garoto”.

Se financeiramente eu acertei pela minha moderação, eu assumo que errei na minha carreira.

Eu poderia ter ido muito mais longe nesta empresa.

Mas, chega de ilusão. É hora de encarar os fatos reais.

Eu cheguei num bom patamar, considerando a minha trajetória, até fui longe sim, mas, daqui pra frente, portas fechadas para mim, e às vezes cansamos de ficar dando murro em ponta de faca.

É hora de abrir os horizontes, começar a olhar outros caminhos, outros campos.

Eu fui tão bom, mas tão bom na minha empresa, que isto me tornou um escravo do meu próprio cargo: Eu não consigo crescer.

É como se eu fosse tão bom, mas tão bom, que não vale a pena me dar a oportunidade de usar meus conhecimentos de processo e gestão para, de fato, gerenciar.

Estou em testes todos os anos! Enquanto as pessoas são promovidas pelo que fizeram, eu estou sempre em teste para ser promovido no que estou fazendo.

Eu queria ter uma vida mais fácil um pouco. O jogo aqui comigo é no modo “Very Hard”! Eu quero jogar, pelo menos no “Medium”.

Para a empresa é excelente me manter eternamente como Gerente de Projetos, afinal, quando não me dão recursos (dinheiro, pessoas), eu sempre dou um jeitinho VDC de conseguir entregar os resultados.

“Devem até rir de mim nas reuniões de diretoria: Ah, tem aquela bucha de canhão de projeto, ninguém da jeito naquilo”. “Chame o VDC. Ele vai trabalhar tantas horas quanto forem necessárias e resolverá o problema”.

Cachorro. Nada mais.

Neste mesmo momento que escrevo: Após 6 dias de trabalho, estou finalizando mais uma atividade crítica, onde o recurso (pessoa) que me deram para executar a atividade simplesmente não quis fazer, e eu pra não deixar dar um baita problema, assumi mais uma atividade técnica e fiz sozinho.

Estou até hoje trabalhando.

Estou saindo do trabalho praticamente às 20:00 todos os dias.

Trabalhei sábado, domingo, de casa.

E nem hora extra eu ganho! Cargo de “confiança” ...

Não pude sequer tirar férias neste mês, e eu queria sair de férias ...

A realidade é: Quanto mais eu entrego, mais projetos eu recebo.

Sou o especialista em gerir projetos complexos. Me dão o mínimo, eu me viro, gero o resultado.

Meu gestor feliz, meu diretor feliz, áreas de negócios felizes! Todos felizes, exceto o cachorro que ainda espera e anseia pelo seu osso, que nunca vem.

Mas, agora basta!



.
.

Tive momentos felizes, mas é hora de planejar para curto prazo um novo local para trabalhar.

Eu não faço ideia como é arranjar um novo emprego.

Eu nem tenho Linkedin!

Não sei onde se analisam as vagas, como enviar meu currículo, nem sei como se cria um currículo mais.

Mas, é hora de sair da comodidade.

É hora de buscar outro emprego, mesmo estando empregado.

Não sei quais desafios eu vou ter, como será, se vou fracassar mais uma vez, como tantas vezes já fracassei e fraquejei, mas, quero um novo rumo na minha carreira.

Quero parar de aportar ao limite, pois tanto aporte me parece uma coisa: Eu busco através dos aportes alcançar a liberdade que eu não tenho.

É como se eu aportasse como uma medida de me proteger e estar comprando a minha liberdade em alguns anos a frente.

Pareço um escravo dos tempos modernos querendo comprar a sua carta de alforria, baseado em aportes.

E isto vem me cansando demais.

Quero me libertar disto.

Quero ser um funcionário normal, já que não me promovem mesmo, ser normal.

Eu quero traçar um plano para buscar algo que me faça seguir a dúvida que esta pergunta me gerou:

“Se você não tivesse medo, o que você faria”?

Eu tenho medo de ser demitido.

Eu tenho medo de não conseguir recolocação profissional.

Eu tenho medo de ser visto como um fracassado.

Alguém que nasce pobre, do zero, e consegue um patrimônio considerável aos 30 anos não pode ser tão burro assim.

A experiência que tenho não pode ser considerada pequena, mais de 10 anos de serviços prestados.

Fora meus conhecimentos financeiros, e da área de construção civil ... E na área Digital também!

Do que adianta ser reconhecido como um excelente profissional todos os anos, se esta avaliação não se converte em cargos, possibilidades, dinheiro?

Apenas ficar viajando para Estados Unidos, Europa, América do Sul não me faz ser feliz.

Eu quero assumir posições maiores.

Eu quero dar diretrizes baseadas no meu conhecimento.

Eu quero ter um time fixo, não os times de projetos que a cada demanda são diferentes.

Eu quero ser respeitado.

Eu quero a minha felicidade.

Amigos, não tenho a mínima ideia do que vou fazer da minha vida, mas eu juro que à partir de hoje, independente do que aconteça nos próximos dias, será o primeiro dia onde eu abri os olhos e decidi buscar uma recolocação profissional, ainda empregado, em outra empresa.

Eu não quero mais ser o “Santo de Casa”.

Eu quero chegar “de fora” em outra organização.

Como vários que aqui chegaram com cargos superiores ao meu, trabalhando muito menos ... E digo com propriedade!

Chega!

À partir de agora sou mais uma pessoa empregada em busca de uma posição melhor!

Chega de pensar que chegarei no final da fila e demorarei 3, 4 anos para mostrar resultados.

Chega de pensar que uma hora as portas se abrirão para mim.

Recebi a pior promoção do mundo: Aquela que você sobe, em atividades e responsabilidade, mas continua com o mesmo salário.

Chega de ter medo de perder o meu salário atual.

Chega de pensar que muitos matariam para ocupar meu cargo atual.

Vale a pena se manter em algo com relativamente bom salário apenas pelo medo de que outras pessoas ocupem seu lugar?

O medo de perder nos paralisa.

O medo da derrota.

Talvez seja a hora de mudanças drásticas.

Não sei o que será da minha vida, mas eu quero mudanças para melhor!

Eu busco a minha felicidade! E ela deve estar acima da empresa onde estou e do desmerecimento que recebo aqui.

Um abraço e até a próxima postagem!

Desculpem o desabafo.


VDD – VIVER DE DESAFIOS

.
.

56 comentários:

  1. Certa vez ouvi o ditado: "cavalo bom trabalha dobrado".

    Na maioria das vezes trabalhar bem para os outros significa receber mais trabalho como reconhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No serviço público, é exatamente assim. O salário é previsto em lei, sendo medíocre ou alto nível não faz diferença.

      Excluir
    2. Verdade CF e Maestro: Sou o cavalo que trabalha o triplo de um funcionario normal. O que ganho? Nada. Apenas mais tarefas.

      Realmente este é o reconhecimento que recebo: Mais trabalho.

      Mas, acabou o amor e abri meus olhos.

      A partir de amanha sou um novo funcionario ...

      Minhas coisas pessoais virao em primeiro lugar agora, e que se dane tudo.

      Excluir
  2. VdC,
    É sempre melhor procurar emprego estando empregado.
    Linkedin é uma excelente ferramenta. Tenho amigos que receberam ofertas de emprego pelo aplicativo. Recomendo fortemente.
    Boa sorte!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala KB,

      Foto nova hein, legal.

      Vou criar meu linkedin ... Nem sei como funciona, vergonhoso rsrs.

      Valeu

      Excluir
    2. Não é vergonhoso não, eu também não sei rsrs

      E sigo a linha dos comentários acima, o reconhecimento de quem trabalha é trabalho... (passo por isso tmb...)

      Tbm já presenciei saltos de posições onde trabalho devido a "politica". Eu como não jogo esse jogo e sinceramente não quero jogar, continuo na mesma...

      No meu caso, fico bem alienado quanto a essas pessoas que ganham posições com politica pois como disse, não pretendo jogar esse jogo... então não esquento a cuca...

      Abraços VDC e boa sorte em sua jornada!

      Excluir
  3. Já sofri desse mal.
    O que fiz?
    Passei a fazer o básico. Não era promovido mesmo.
    Meu salário é alto, mas poderia ser maior (com as promoções). Mas estou satisfeito. Acho que não vale a pena ficar me matando para conseguir subir (tentei por 6 anos e nada. Só consegui ganhar mais trabalho).
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,

      Acho que abri meus olhos entao.

      Meu pai me avisou tantas vezes ... Quem trabalha demais nunca e promovido, so recebe mais trabalho.

      Mas eu achava que iria revolucionar o mundo sendo o funcionario perfeito, agindo como gerente sem ser.

      Nao passo de um peao, esta é a verdade.

      Vou trabalhar na media, fazer o que der, eu ja abri o jogo e levantei a mao dizendo que minha animacao acabou e que vou fazer o que for possivel, o impossivel nao faço mais, afinal, meu salario nunca muda de cargo, somente recebo uns bonuzinhos meia boca como cala boca.

      Somos dois, amigo. Sinto exatamente o que voce disse.

      Agora vou ser mediano, ganho salario mediano e vou me portar como tal.

      Nao preocupo mais com promoçao, buscarei aumento de aporte com outras atividades mesmo, e cada mes que eu permanecer la sera um plus a mais no aporte, pois em paralelo buscarei crescer em outra empresa que eu ja chegue com salario melhor.

      Chega de ser desvalorizado!

      Excluir
  4. Sei bem pelo que você está passando.

    Estou há 08 anos na empresa que trabalho e sou Gerente de Logística há 04 anos. Minha empresa não tem plano de carreira, mas há 02 anos foi criado o cargo de Analista de Logística, que neste caso seria um cargo acima do gerente, pois a função é fiscalizar o trabalho do departamento de logística além da gestão de estoque de nossas filiais, o salário é 50% maior que o meu ... eu era a pessoa mais habilitada para o cargo, pois o segmento que a empresa atua é muito específico e conheço o trabalho de cabo à rabo, pois eu era o mais antigo do departamento.
    Quando a empresa abriu a vaga para analista, o diretor me informou que meu nome era o primeiro da lista para a vaga, porém, 01 mês após a conversa fomos apresentados ao novo funcionário, neste caso “o analista”. O diretor me informou que os resultados que eu apresento sempre foram excelentes, mas se me promovesse a analista não conseguiria um gerente tão bom... “o analista” nunca resolvia nada do que era pedido, enrolava e sempre jogava a bucha pra mim, sempre o ajudei, porém, após 01 ano no cargo pediu demissão, pois não estava aguentando tanta pressão. Quando ele saiu, pensei que tinha chegado a minha hora e que a vaga automaticamente seria minha (inclusive fui indicado por outros gerentes), porém, como tudo sempre dá errado na minha vida de merda, contrataram outro cara de fora (esse trabalhava numa terceirizada que fazia auditoria da empresa), o FDP não sabe absolutamente NADA de logística e gestão de estoque, mas é amigo particular do diretor...
    Cansado de tanta injustiça e de nunca conseguir promoção, aumento, porra nenhuma, parei de me esforçar além do que a empresa merece, saio todos os dias no horário, não atendo mais telefone à noite e em finais de semana.
    O novo analista já me pediu muitas coisas, mas a minha resposta é sempre: “- Não posso ajudar, pois isso é função do analista e não de gerente”. Este ano o diretor já chamou a minha atenção várias vezes dizendo que preciso ser mais proativo e ajudar mais o analista (kkkkkk), falei que ajudaria, mas nada mudou, continuo empurrando com a barriga e mandando currículos.


    Anônimo pior que tá não fica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, entendo perfeitamente seu sentimento, somos dois nesta tristeza!

      Acho que seguirei sua linha, voce esta certo.

      Pra que fazer o serviço de quem ganha mais?

      Eu que me mato fazendo hora extra, entrego projetos e nem parabens eu recebo.

      Enquanto isto, os diretores e gerentes comemoram os resultados em restaurantes regados a vinhos caros, e nem lembram que foi o peao VDC que fez acontecer.

      Que se dane esta merda, eu quero agora é agir como a empresa age comigo: Se me paga abaixo do que paga para outros que desempenham o mesmo cargo com menos tarefas, eu farei menos tambem.

      Chega de escravidao, desisto de promocao e a partir de agora terei a melhor coisa: Mais tempo!

      Este negocio de achar que minha vez chegou ja aconteceu comigo, igual voce ai, pensei que daria certo, seria eu, mas, eu sou bom demais para mudar de cargo, ninguem me substituiria ...

      Se deus abençoar conseguirei outro emprego e sera otimo acompanhar a cara do diretor.e gerente sabendo que estou saindo com um baita projeto complexo em maos.

      Valeu Anon, me motivou saber que nao sou o unico! Vai melhorar pra nos todos. Se deus quiser vai

      Excluir
  5. Caramba Construção, esse ano o Bufett já está com 75 bilhões de patrimônio!

    Nossa senhora do céu, quanto daria de renda passiva? Um homem de 86 anos, investindo, enriquecendo, um exemplo mesmo. E gente jovem ai reclamando porque ganha pouco e nunca chegará ao bilhão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca seria este cara.

      O que adianta ter tanto dinheiro se ele nunca aproveita ou aproveitou?

      Vive na mesma casa antiga, no mesmo carro velho.

      Nao viaja, nao transa, nao descansa, so fica analisando acoes.

      Exemplo de como ganhar dinheiro ele é, exemplo de como viver nao.

      Com q renda passiva dele eu ja estaria aposentado ha anos ... Nao iria querer saber de fazer nada rs

      Excluir
  6. Amigo Construção, o que acha de investimento em futebol? Comprar um percentual de atletas promissores para ganhar com uma venda no futuro.

    A mim me parece algo restrito a grandes empresários. Fica estranho ligar pra atletas da série A, oferecendo 5,10 mil reais pra comprar um percentual do passe dos mesmos.

    Se muitas vezes o salário deles é mais que isso. Ai o cara tem que partir pra jogadores de série d, categorias de base, virar um olheiro, ter tempo só pra analisar possíveis futuros craques.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao conheço este mercado Anon,

      Mas, se voce tem capital e tempo, e sabe avaliar um potencial jogador, por que nao tentar ne?

      Abraço

      Excluir
  7. Caro VDC, faz um tempo que acompanho sua aventura no "Game of Thones" da sua empresa.
    Deixe de ser covarde e tome uma atitude concreta!
    Passei e ainda passo em partes por exatamente isso que vem passando...
    Só entregar resultados não basta, tem que fazer política.
    Como resolvi?
    Hoje tenho um emprego bem Light, pra compensar do ponto de vista financeiro, abri uma empresa.
    Estou feliz!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Poupador,

      Voce esta certo. Eu estou sendo covarde.

      Esta guerra ja esta perdida pra mim, sou um mero peao neste jogo e sou o unico que tem esperanças de me tornar alguem la dentro.

      Agora cansei mesmo, mudo minha estrategia, vou buscar novos ares.

      Quero ter mais tempo e menos pressao ...

      Quem sabe conseguir ir de vez para a construcao, estou vendo a vida passar e fico sempre na espera de dias melhores.

      Quero buscar a mesma felicidade.

      Grato pelas palavras, isto nos faz acordar pra vida!
      Valeu

      Excluir
    2. Olha VDC uma coisa que vc pode tentar fazer é avaliar outros setores de sua empresa mesmo e tentar migrar para ele.

      Acho sim que tem que se posicionar vendendo melhor seu trabalho e peitando novos aumentos de salário.E claro vá vendo opções no mercado que talvez você esteja ė perdendo seu tempo ai.

      Já tive colega que era tão bom no que fazia, que a empresa não queria que ele saisse de lá. Pense nisso...

      Excluir
  8. Na vida sempre que tomamos uma decisão, abrimos mão de outro. O melhor que voce faz é ficar de boa no trabalho enquanto procura uma oferta de emprego em outras empresas. Quando tiver a opção de trabalho em outra empresa, voce vai poder exigir as condições que quer do seu superior e em caso negativo entregar-lhe a carta de demissão na mesma hora.

    Sempre vale a pena sair com o menor atrito possível, deixar as portas abertas, pois nunca sabemos se os contatos de hoje podem nos ser úteis em momentos futuros.

    No mais, nao deixe os sentimentos comprometerem suas atitudes, sempre tome decisões baseadas na razão como vem fazendo até hoje.

    Sucesso, paz e felicidades.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,

      Belissima resposta.

      Nao posso chutar o balde de vez.

      Apenas vou fazer o que da, 17:00, 17:15 no maximo tiro meu time de campo e vou para casa, independente das pendencias. Ficar ate 19:00, 20:00, nao mais.

      Agora ja estou com a cabeça fria mesmo, apos uma boa noite de sono.

      Tenho que começar a planejar a saida, mas como voce bem disse tem que ser amigavel.

      Quero sair bem, para deixar as portas abertas.

      Ja vi casos onde a pessoa saiu num cargo A, e voltou 2 cargos acima.

      Grato pela mensagem, ajudou demais.

      Abraço

      Excluir
  9. e eu fui demitido de uma das clinicas,uhuw tamo junto kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VI,

      Voce encontrara outra melhor.

      So nao pode desanimar.

      Vamos vencer!

      Abraço

      Excluir
  10. Velho me permita um comentário. A melhor época pra buscar um emprego novo eh quando se está empregado. Sem pressão. Vai esperar ficar desempregado pra buscar emprego eh o mesmo de vc se preocupar com aposentadoria quando tá no final da carreira. Vai esperar a água bater na bunda? LinkedIn funciona muito bem sabendo usar a ferramenta. A melhor época pra sair de uma empresa eh quando todos estão reconhecendo seu trabalho. A última impressão eh a que fica. Saia bem pra voltar melhor depois. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ia comentar algo nessa linha mas vc mandou ver!

      Excluir
    2. Olá amigos,

      Concordo 100%: Você sendo empregado tem mais chances de buscar nova posição. Tem maior “poder de barganha” digamos assim, e querendo ou não a empresa que oferta o cargo te olhará com outros olhos.

      Legal sua visão Anon e Felipe, acho que é isto mesmo.

      Claro que não vou sair e deixar tudo bagunçado, quero sair de portas abertas e à partir de agora estou em busca de novas posições, mesmo estando empregado.

      Vou começar nesta semana ainda, criar meu Linkedin será o primeiro passo!

      Valeu!

      Excluir
  11. Quanta choradeira hein VDC?!

    Viram homem porra, caralho, tome atitude de homem, pare de se lamentar e de se humilhar perante esta situação.

    Peça demissão dessa bosta de emprego que você tem. Você é bom demais para a empresa, com certeza tem outras que procuram gente com o seu perfil.

    Saia do seu mundinho e descubra as vagas, faça imediatamente uma conta no LinkedIn, lá te muita, mas muita vaga na sua área de projetos... mude os áres de sua vida, troque de cidade, se preciso.

    Em relação ao financeiro, se pague antes, curta uma parte de sua renda passiva, caixao não tem gaveta rapaz. Aproveite os momentos com sua família, com parcimonia e sem esbanjar, mas aproveite coisas simples. Não viva se privando por causa de alguns reais...

    Você é o cara mais inteligente da blogosfera, é disciplinado nas financas e educado com as pessoas.

    Tome as rédeas de sua vida e seja feliz!

    O resto sempre tem jeito... a vida é cíclica, tudo se ajeita com o tempo.

    Tome coragem!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo Anon!

      VDC vc é um cara que brada tanto ter saído da matrix. Pelo visto foi só financeiramente, pq em questão de emprego e outros pontos de vista, não parece ser muito diferente da manada.

      Se posicione perante ao mercado de tal forma que não dependa de um emprego. Procure estudar sobre consultorias, faça freelas, etc etc. Grana nunca vai faltar.

      Ficar se remoendo por causa de emprego é tolisse.

      Abs

      Excluir
    2. Anon,

      Conselho excelente. Eu sempre falo pra não ser “mimimi” mas admito que estou sendo “mimimi” aqui.

      Pareço um moleque fazendo pirraça no trabalho.

      Pode parecer presunção da minha parte, mas não é. Eu realmente trabalho muito, valorizo o que faço, dou meu melhor, mas a empresa não esta me dando a mínima, só me dando mais trabalho mesmo.

      Anon 2, talvez meu problema maior seja a moderação, este “medo de arriscar”. Na parte financeira fui bem sim, mas nesta parte do emprego parece que eu sou obrigado a ficar aqui eternamente ...

      Chegou a hora de ter coragem e buscar coisas fora, eu admito que tenho medo mesmo de arriscar na questão de emprego.

      Mesmo tendo uma boa renda passiva já, eu estou agindo como se tivesse mil prestações a serem pagas e dependesse do emprego pra viver ...

      Obrigado pelos conselhos, tentarei ser mais corajoso e começar mesmo a olhar vagas novas.

      Obrigado pelo tapa na cara, é isto que faz a gente acordar pra vida.

      Valeu!

      Excluir
  12. Não rola um plano FGTS tipo o Pobretão tava tentando colocar em prática antes de encerrar o blog? Imagino que seu FGTS + 40% seja uma grana de respeito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Madruga,

      É, o meu quase se tornou um “Plano FGTS Pobretão”, mas continuarei fazendo as coisas, mas farei aquilo que for possível dentro do horário mesmo (claro, minha produtividade vai cair). Acho que tenho uns 60K de FGTS, última carta da caixa que recebi, ou seja, receberia isto + 40% deste valor? Se for seria uma boa, quase 100K rsrs!

      Por enquanto não pretendo ficar desempregado, mas, eu já abri o jogo e disse que minha produtividade vai diminuir, logo, é um risco que estou correndo.

      Valeu

      Excluir
  13. VDC, entendo bem...

    E o pior é o que virá pela frente : ao se equiparar à forma de trabalhar de seus pares, será muito estranho aos seus superiores. Ou seja, apesar de estar fazendo tal qual os seus pares ou até um pouco mais, será alvo de críticas que sequer cogitam em dirigir aos seus pares hoje. E, paradoxalmente, de um funcionário "medianamente bom" como é visto hoje passará a ser um exemplo de mal funcionário, pior que o João da Silva que tem mesmo cargo e salário seu, mas que nunca cheirou ou fedeu.

    Minha sugestão é que antes de implantar essa nova forma de atuar você possa abrir o jogo , de sua insatisfação e ambição , mas não ao seu superior direto, mas sim ao superior dele.

    Tenho certeza que nessas situações que vivência, os chefes imediatos "lucram" com funcionários como você pois sabem que dão conta do recado, enquanto eles levam os louros da vitória. Seu superior imediato te parasita, pode ter essa certeza. Busque o superior dele para uma conversa franca, com voz firme porém sem exaltação ou revolta, apenas colocando que hoje a empresa estagnou no que tange às suas ambições e potencialidades

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Guardião,

      Você esta correto em sua análise. Ou seja, eu me tornarei um mau funcionário por me equiparar aos demais.

      Ainda estou pensativo se devo falar diretamente com meu diretor.

      Meu receio é que ele me questione, não deixe eu explicar e ainda me dê um sermão. Brigar com um diretor, já sabe, é demissão instantânea, então estou pensando dez vezes antes de ter este encontro, e se tiver, pretendo levar um material pronto, algo que não me deixe perdido ou mesmo que não me deixe perder a linha de raciocínio, pois não quero ir para o lado pessoal, e sim apresentar o que já fiz nos últimos anos, o que faço, a importância que tenho e expor minha situação: Sem perspectivas de crescimento.

      Se eles pretendem aumentar meu salário, esta muito bem guardado, pois a antiga promessa de que eu já começaria a atuar num cargo superior e que em pouco tempo chegaria o almejado novo salário do cargo, antes ainda falavam algo, agora não falam mais nada, e eu fico me matando para dar resultados sem pessoas para me ajudar.

      Sou um gerente que coordena eu mesmo ... Apenas. Minha equipe sou eu e eu.

      Sua frase final ajudou muito! É o que expliquei, não posso fraquejar, não posso exaltar, tenho que explicar de forma técnica e com boa entonação, caso contrário posso gerar mais problemas numa fase já conturbada.

      Grato pelos valiosos conselhos Guardião, agradeço mesmo de coração!

      Valeu!

      Excluir
  14. Ultrapassar o limite muitas vezes é bom VDC! Ele te dá a energia para abrir a mente, visualizar alternativas e passar à prática!

    Se nossos limites nunca fossem ultrapassados, poderíamos viver para sempre dentro de nossa particular mediocridade.

    Agradeça então o momento!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corretíssimo André!

      Por muito tempo fiquei com a mente fechada em crescer na empresa atual. Eu deveria ter olhado para fora. Existe um mundo inteiro fora da empresa, e eu posso conseguir melhorar na carreira fora daqui. Era como se eu tivesse uma dívida de gratidão tão grande com esta empresa que trabalho que me fazia ficar imóvel e sem olhar outras empresas. Fui fiel até demais.

      Agora estou trabalhando não mais em prol da empresa, e sim da minha carreira.

      Se outra empresa pagar melhor ou me der melhores perspectivas, pensarei em mim e irei embora, independente de como as coisas estiverem aqui.

      Sim, tentarei tirar coisas boas deste momento ruim.

      Valeu! Grato pelas dicas e conselhos viu!

      Excluir
  15. VDC,

    Passa no meu blog, tenho uma postagem sobre LinkedIN. Nao seja escravo da empresa, as pessoas boas se destacam em qualquer lugar. Nunca quis ser o melhor em tudo, porém sempre desempenhei meu papel e tive ótimo relacionamento com todos e objetive o sucesso profissional.

    Abraços,

    Brasileiro na Arábia
    http://brasileironaarabia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala BA,

      Vou passar e conferir. Postagem sobre Linkedin me interessa bastante.

      Estou mudando esta visão de não ficar preso aqui, a dívida de gratidão já não existe mais!

      Aqui na verdade o meu esforço não tem dado certo na parte econômica, então estou mudando a tática ...

      Valeu BA!

      Excluir
  16. Fala VDC,

    Foda cara, tô sempre aqui acompanhando sua saga e seus relatos me fazem abrir os olhos e prestar atenção nos detalhes do mundo corporativo.

    Outro dia mesmo, num momento de descontração do meu chefe com outros colegas de trabalho ele soltou essa: "não posso levar o Noimon pro local X (promoção) porque quem vai fazer o que ele faz aqui..."

    Já liguei o alerta e me lembrei da sua situação.

    E não se esqueça que Árvore que dá fruta é que leva pedrada...

    Abraços e Suce$$o cara!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá fácil não Noimon!

      Isto aí pode ser um sinal de que seja hora de jogar o jogo político mesmo, pois se não você ficará preso a uma função.

      Já é a segunda vez que isto acontece comigo, na minha função anterior na mesma empresa foi a mesma coisa, era tão bom pra função que fiquei preso a ela, só melhorei pois tive coragem e consegui mudar de área (quase fui demitido, o gerente ficou tão puto que eu pedi pra sair da área dele que tentou me demitir, só não conseguiu pois o RH entendeu que eu já poderia ir pra outra área, que me queria, e os resultados da minha “ficha” não justificavam uma demissão ... Entenderam a “dor de cotovelo” do antigo gerente.

      Legal este ditado, não conhecia! Faz sentido.

      Valeu Noimon, abração e sucesso!

      Excluir
    2. Em empresa bem estruturada isso não acontece, pois a orientação é de fazer vc treinar seu sucessor antes de subir de posição. Assim vc pavimenta seu caminho para o alto.

      Excluir
    3. Na minha não teve e não tem isto, infelizmente :(

      Excluir
  17. Passei por uma situação parecida há pouco tempo e tomei uma decisão semelhante à sua. Meu salário era 10% maior do que é hoje, mas fazia hora extra (sem remuneração), trabalhava aos fds, feriados e por aí vai. Sem qualquer reconhecimento, pois meu trabalho a mais só servia pra aumentar o prestígio do chefe. Trabalho no setor público, quando avisei que ia largar a função de confiança foi uma choradeira, tive que esperar meses até me liberarem. Já estava até com problemas de saúde porque o trabalho é muito parado, não adianta fazer academia e alimentação saudável se vc fica de 9 a 10h por dia, de domingo a domingo, plantado numa cadeira na frente do computador, o corpo sofre. Sem falar na tortura mental que é ficar nesse estado, os anos passam e vc não consegue focar na sua vida, na parte financeira ok tudo ia bem, mas não sobrava energia mental pra focar em outros aspectos da vida. Hj estou numa situação bem mais tranquila, me dedico 100% ao trabalho mas durante minha jornada contratual, tenho certinho o horário pra chegar e pra sair, o salário é um pouco mais baixo, mas não alterou em nada o meu padrão de vida pois não sou de gastar muito mesmo. Considero q fiz um investimento em qualidade de vida, de certa forma estou "comprando" o tempo que eu não tinha antes, e está valendo muito a pena. Se pudesse voltar no tempo, teria feito essa opção mais cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Anon,

      Belo relato.

      Nós focamos na IF para comprar Tempo e Bem Estar.

      De nada adianta trabalhar anos amargurado e podendo sofrer doenças por tanto sofrimento.

      Hoje, primeiro dia com a nova metodologia “fazer o que der”, estou bem mais tranquilo.

      Tive tempo de ouvir uma música tranquila, fazendo as coisas na calma, tive minutos de ociosidade, tenho muito o que fazer, mas também tenho direito de descansar, tomar um café.

      Faltei uma reunião “call conference” que não agrega nada ...

      Chega de abraçar o mundo.

      Meu pai disse isto também, mesmo se eu mudasse de emprego para ganhar menos valeria a pena. Eu já não preciso tanto assim de dinheiro, gasto pouco, moro em AP quitado, ou seja, devo buscar uma vida tranquila, e não ficar nesta correria maluca pra conseguir ser promovido para ganhar uns trocados a mais, mas com muito menos tempo.

      Gostei do seu relato! Parabéns.

      Abração

      Excluir
    2. Exato, amigo. Esse é o caminho.

      Hoje está claro pra mim que essa opção foi acertada (saí definitivamente do meu antigo setor no início desse ano). Mas, quando decidi sair, foi um pouco conturbado, fui pressionado para continuar. Meu chefe dizia que eu havia conquistado uma posição de prestígio, que não se conseguia do dia pra noite, que seria um desperdício alguém como eu retroceder e trabalhar em algo mais simples. Meus antigos colegas riram, achando que sou um coitado por ter saído, que não consegui aguentar o tranco. Alguns familiares também viram com receio minha decisão, achando que eu logo voltaria atrás. Pura besteira.

      Se, em troca de salário mais alto e de um cargo mais relevante, preciso sacrificar aspectos importantes da vida (tempo, saúde física e mental), o ônus está superando o bônus, e deixa de valer a pena fazer esse trabalho a mais. Meu médico foi taxativo comigo dizendo que se eu continuasse nesse ritmo, teria que operar a coluna esse ano. E olha que, como você, tenho apenas 30 anos. Acho que é a idade em que deixamos de ser "exemplos de profissionais que chegaram onde chegaram com apenas vinte e ... anos", e paramos pra refletir sobre os rumos que as coisas estão tomando.

      Abraço,
      Anon 14:52

      Excluir
    3. Muito legal Anon,

      Vou lembrar da sua historia.

      Da um certo receio de sair e pensar que os outros acharao que eu nao dei conta, que nao aguentei a pressao, etc., mas a verdade é que estou dando menos valor aquilo que tambem nao me da valor e nem ganhos.

      Eu poderia muito bem ganhar meu salario atual na funcao antiga, era bem mais tranquila, mas, me deram tanta coisa nova pra fazer e nao recebi incentivo nenhum para isto.

      Isto é o que me desanima. Para a empresa eu nao sou bom o suficiente para ser promovido, mas outros com desempenho abaixo ja foram promovidos ...

      Valeu, abraçao

      Excluir
  18. Meu caro, pense bem. Quantas pessoas com sua idade tem tua grana? Você tem trinta anos e tem sete dígitos de patrimônio. Quer mais ? muita mais para que? Que pressa é essa para ser promovido no trabalho? Relaxa cara. Eu tenho a sua idade e também um dia queria ser o pica das galaxias da empresa. E o que aconteceu? Isso o que esta acontecendo com você. Era Gerente de Projetos com 25 vivia em reunião aqui e ali, trabalha até me esgotar, assumia tarefas técnicas e só pegava projeto BOMBA. É isso que a empresa quer cara. Que tu se mate por ela, que tu não tenha tempo para pensar nas tuas coisas. Tu ta na matrix da IF e na matrix do trabalho. Calma o coração querido, joga o jogo reduz o ritmo, faz a coisa de maneira correta. Se quer sair deixa te mandarem para rua. Se tu fosse um cara endividado até tudo bem poderia continuar se matando, mas tu já sabe o caminho da riqueza cara. Foca em você, na tua saúde, pensa nos teus projetos, e o trabalho vai deixando em segundo plano. Vai ser mais feliz cara. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O anon 14:52 relatou uma situação arecida com a sua.
      Mas diga aí oq ue você fez pra mudar de fato? Ou mesmo que não tenha mudado pensa em algo para o futuro próximo, como empreender?
      Pergunto isso porque essa é a realidade de muita gente e que opções diferentes disso tudo você enxerga?

      Excluir
    2. Anon,

      Concordo cara! Estou na Matrix do Trabalho. É esta a definição certa. Estou na corrida dos ratos da promoção.

      Abandonei blog, abandonei projetos digitais, parei de analisar e estudar construção civil que é o que me dá dinheiro, tudo isto pra focar numa promoção que nunca vem.

      E o problema: Para entregar tanta coisa acabamos nos indispondo com algumas pessoas operativas, tudo em prol de entregar o resultado, e depois justamente estas pequenas desavenças servem como “desculpa” para não te promoverem. Você entregou tudo 100% beleza, mas por ter tido uma rusguinha com alguém é motivo de não promover.

      Por isto algumas pessoas dizem que quanto mais fazemos, mais chances de errar. É promovido quem faz menos, pois erra menos. Correto!

      Eu também fico me achando o pica das galáxias, mas não arrumo nada sendo isto. Estou sendo é o bobo das galáxias, isto sim.

      Valeu amigos anons, vou buscar mais a felicidade e deixar o trabalho em segundo plano ... eu também sou humano e posso errar!

      Abração

      Excluir
  19. Ola VDC - tudo bem ? Iria ficar bastante extenso tudo o que eu gostaria de dizer aqui no comentário, por isso fiz uma postagem sobre esse tema. Depois, se conseguir, da uma lida por lá e vamos batendo papo.

    Um grande abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala EP!

      Claro, vou acompanhar, sou seu fã e leitor assíduo do seu blog!

      Estou precisando mesmo de conselhos, cheguei ao meu limite!

      Abração

      Excluir
  20. Olá confrade VDC

    Sei bem o que voce esta passando pois também já passei por algo semelhante.

    Atualmente, na empresa em que trabalho acontece isso quase que corriqueiramente.

    Dias atrás mesmo ficou vago um cargo onde as atribuições vinham de encontro com a minha formação. E qual foi então a minha surpresa ao contratarem alguém de fora? Bem, voce já deve imaginar.

    Os "gestores" da empresa nem se preocupam em procurar alguém internamente pois vão logo é procurar fora, no mercado. Dia desses por coincidência eu ouvi da boca de um supervisor " Que preciso que as pessoas que são boas em determinada área fiquem naquela área" ou seja, vai morrer ali.

    Ainda soma-se o fato do desperdício de talentos pois tirando eu mesmo como exemplo sou formado e tenho pós graduação mas ocupo um cargo onde a exigência na hora da contratação é o ensino médio.

    Notei também que o diretor não tem a mínima ideia de quem tem alguma graduação ou não. Bem, nesta semana ele vai ficar sabendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Cents,

      Ja passei pela mesma coisa.

      Ja vi cargos que achei que seriam meu e que nao foram, mesmo motivos.

      Engraçado que falando sobre estes casos notamos que a maioria de nos ja passou por isto.

      So nos resta buscar rendas extras e entrar no jogo, se e assim que funciona, vamos jogar.

      Abraçao

      Excluir
  21. Cara, não sei seu nível salarial e que posto ocupa na empresa, mas acredito que seja um bom salário. Minha opinião pessoal é que o melhor a fazer é desencanar, é aquela velha máxima: você não pode controlar o que acontece, você pode controlar sua reação ao que acontece.

    Você é jovem, já tem um patrimônio bom, não seja igual aquela imagem do burro com uma cenoura pendurada na sua frente. Desencane dessa história de promoção, ela virá - ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,

      Otimo conselho.

      Quero pensar menos em promocao, se esforçando tanto ela nao vem, melhor tirar o pe do acelerador e desencanar mesmo.

      Fazer o meu serviço normal mesmo e pronto. Entro no horario, saio no horario, e pronto.

      Obrigado

      Abraço

      Excluir
  22. Nossa VDC, entendo PERFEITAMENTE o que você passa. Passo pelo mesmo.
    Quantas vezes já sai da empresa pensando que nunca mais iria me portar dessa maneira, nunca mais iria dar o sangue por um lugar onde 99% do trabalho está comigo e 1% do trabalho está com o resto do pessoal.
    Agora mesmo, vim embora do trabalho a esta hora porque estava "consertando" o trabalho dos outros.
    Na real, não sei porque ainda nao mudei de vida. Temos nossa IF na mente e acho que enquanto não conseguirmos ela, nao sussegamos.
    Tenho os mesmos MEDOS que você: perder o emprego, ser fracassada, não conseguir me recolocar, etc, etc, etc. E quer saber? São eles mesmos que fazem com que a gente haja assim.
    Já pensei em falar pro meu chefe também que iria diminuir o ritmo, mas sabe do que adianta? NADA. A gente nao deve comunicar nada para ninguém, devemos apenas mudar nossa postura e mostrarmos que estamos diferentes. É isso que importa.
    Acho que tem algo a ver com personalidade tambem: não consigo ver a "casa caindo" e não fazer nada. Gosto de fazer as coisas bem feitas. Não estou na vida para ser mediana...
    Tudo isso faz com que a gente se "cobre demais" e haja dessa maneira...
    Depois nos conte se conseguiu de fato colocar tudo isso em prática...toda vez que eu pensei: CHEGA, depois de 1 semana voltei "ao normal". Conta um pouco das dicas pra gente, afinal, nós que somos ambiciosos não conseguimos "largar o osso" tão fácil!
    Mas com 1 milhãozinho na conta deve ser mais fácil....sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IFM, somos muito parecidos.

      Voce falou de voce e eu me vi no texto.

      Pretendo mesmo mudar a postura, ja estou no dia 2 da mudança, ja percebida pelo meu chefe e alguns colegas, mas eu estou com uma cara fechada tambem, so ri para os amigos mesmo rsrs.

      Mas, espero que assim eu me estresse menos.

      Ainda nao comecei a olhar outras vagas de emprego, da uma preguiça danada.

      Abraço

      Excluir
  23. "Eu nem tenho Linkedin!"
    Já passou da hora de criar um. Me passa seu email que te mando um convite, rs.
    https://www.linkedin.com/in/alexandrenetbr/
    Abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado pela presença! Aprovarei rapidamente seu comentário e responderei brevemente! Grande abraço, VDC - Viver de Construção

Pesquisar no Blog ...

Postagens Populares